Autoria institucional no jornal escolar O Colegial - órgão dos alunos do Colégio Catarinense (1945-50)

Tânia Maria Barroso Ruiz Sobre o autor

RESUMO

Discutimos, neste trabalho, a constituição de autoria no jornal escolar O Colegial - órgão dos alunos do Colégio Catarinense. Os fundamentos da análise dialógica do discurso do Círculo de Bakhtin respaldam a discussão proposta na Linguística Aplicada. Os dados são compostos pelas seis edições anuais desse jornal, publicadas pelo Colégio Catarinense no período de 1945-50, em Florianópolis - SC, e pelo gênero discursivo expediente. A metodologia parte da análise da dimensão histórica da publicação, seguida da análise das edições de O Colegial e do respectivo gênero. A análise revelou que O Colegial não era um dos meios de expressão da voz dos estudantes, como enunciado no seu título, pois a autoria foi concebida como institucional. A posição axiológica dessa publicação visava persuadir seus interlocutores sobre a qualidade da formação educacional do Colégio Catarinense e silenciava a voz dos estudantes que fossem contrários aos valores dessa instituição educacional.

PALAVRAS-CHAVE:
Autoria; Jornal escolar; Educação

LAEL/PUC-SP (Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) Rua Monte Alegre, 984 , 05014-901 São Paulo - SP, Tel.: (55 11) 3258-4383 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bakhtinianarevista@gmail.com