Influence of Zingiber officinale Extract on Push-Out Bond Strength of Glass-Fiber Post

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar in vitro a influência do extrato de gengibre 20% na resistência adesiva de pinos de fibra de vidro cimentados com cimentos resinosos convencional ou autocondicionantes. Quarenta e oito raízes bovinas foram padronizadas (17±0.5mm) e aleatoriamente divididas em dois grupos (n=24), de acordo com o irrigante utilizado durante o preparo biomecânico: NaOCl: hipoclorito de sódio 1%; e GEN: extrato glicólico de gengibre 20%. Os canais radiculares foram preparados e aleatoriamente distribuídos em dois subgrupos (n=12), conforme o protocolo de cimentação: autocondicionante (RelyX U200) e convencional (RelyX ARC). Após 48 h, as raízes foram seccionadas perpendicularmente (4 no terço cervical e 3 no terço médio) e submetidas ao teste de resistência adesiva push-out (50 kgf carga, 1.0 mm/min). O modo de falha foi analisado em MEV e estereomicroscopia. Os dados foram analisados pelos testes ANOVA 3-fatores e Tukey (p<0.05). ANOVA mostrou que não houve diferenças significativas entre U200 (2.01±0.17)B e ARC (1.93±0.12)B no grupo GEN, e no terço cervical para ambos os irrigantes (2.69±0.16A and 2.54±0.17A, respectivamente). O terço médio apresentou menor resistência adesiva que o terço cervical, independente do irrigante. Em geral, o terço cervical, independentemente do irrigante empregado, e a associação entre NaOCl e ARC apresentaram melhores desempenhos adesivos.

Fundação Odontológica de Ribeirão Preto Av. do Café, S/N, 14040-904 Ribeirão Preto SP Brasil, Tel.: (55 16) 3602-3982, Fax: (55 16) 3633-0999 - Ribeirão Preto - SP - Brazil
E-mail: bdj@forp.usp.br