Fibroblast Viability after Storage at 20 °C in Milk, Hank's Balanced Salt Solution and Coconut Water

Beatriz Dulcineia Mendes de Souza Ana Maria Hecke Alves Luciane Geanini Pena dos Santos Claudia Maria de Oliveira Simões Wilson Tadeu Felippe Mara Cristina Santos Felippe Sobre os autores

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a efetividade de vários meios de conservação a 20 °C em manter a viabilidade de fibroblastos do ligamento periodontal humano (FLPH) ao longo do tempo. FLPH foram conservados a 20 °C em leite desnatado (LD), leite integral (LI), solução salina balanceada de Hank (HBSS) recém preparada, Save-A-Tooth(r) (Save), água de coco natural (ACN), água de coco industrializada (ACI) e água de torneira (água - controle negativo) por 3, 6, 24, 48, 72, 96 e 120 h. Células conservadas em Meio Essencial Mínimo (MEM-37) a 37 °C serviram como controle-positivo. A viabilidade celular foi determinada pelo ensaio MTT. A análise estatística dos dados foi realizada pelos testes Kruskal-Wallis e Scheffé (α=5%). A partir de 24 h, ACN foi significantemente melhor em manter a viabilidade celular do que todos os outros meios testados (p<0,05). LD e LI foram significantemente melhores do que a HBSS por até 72 h. Save e ACI foram os piores meios de conservação. Concluindo, a efetividade dos meios de conservação testados em manter a viabilidade das células do ligamento periodontal foi a seguinte em ordem decrescente: ACN > MEM-37 > LD e LI > HBSS > ACI > Save > água.

Fundação Odontológica de Ribeirão Preto Av. do Café, S/N, 14040-904 Ribeirão Preto SP Brasil, Tel.: (55 16) 3602-3982, Fax: (55 16) 3633-0999 - Ribeirão Preto - SP - Brazil
E-mail: bdj@forp.usp.br