Evaluation of Apically Extruded Debris Using Positive and Negative Pressure Irrigation Systems in Association with Different Irrigants

Marlos Barbosa-Ribeiro Rodrigo Arruda-Vasconcelos Fabio L. Fabretti Emmanuel J. N. L Silva Gustavo De-Deus Brenda P. F. A. Gomes Sobre os autores

Resumo

Este estudo avaliou a quantidade de debris extruídos apicalmente após o preparo químico-mecânico (PQM) utilizando sistemas de irrigação com pressão positiva e negativa [irrigação convencional (IC) e EndoVac (EV)] em associação com diferentes irrigantes [hipoclorito de sódio 6% (NaOCl), clorexidina gel + solução salina (CLXg + SS), solução de clorexidina 2% (CLXs) ou solução salina (SS)]. Oitenta pré-molares inferiores com único canal radicular foram selecionados e aleatoriamente alocados em 8 grupos (n=10) de acordo com o sistema de irrigação e irrigante utilizado durante o PQM: G1 (EV + NaOCl), G2 (EV + CLXg + SS), G3 (EV + CLXs), G4 (EV + SS), G5 (IC + NaOCl), G6 (IC + CLXg + SS), G7 (IC + CLXs) e G8 (IC + SS). Limas Reciproc® R25 foram utilizadas durante o PQM e os debris extruídos de cada dente foi coletado em tubos pré-pesados e secos. O peso médio de debris foi avaliado por meio de microbalança, e os dados foram analisados estatisticamente utilizando ANOVA e teste de Tukey (a = 0.05). Todos os grupos foram associados com extrusão de debris. EV foi o sistema de irrigação com menos debris extruídos (p<0.05). Não foram observadas diferenças entre os irrigantes quando o EV foi utilizado. Quando foi utilizada IC, CLXg + SS foram associados a menor extrusão de debris (p<0.05). Concluiu-se que nenhum protocolo de irrigação conseguiu prevenir extrusão de debris. EV resultou em menores níveis de extrusão de debris que a IC. A utilização da CLXg + SS resultou em menor extrusão de debris.

Fundação Odontológica de Ribeirão Preto Av. do Café, S/N, 14040-904 Ribeirão Preto SP Brasil, Tel.: (55 16) 3602-3982, Fax: (55 16) 3633-0999 - Ribeirão Preto - SP - Brazil
E-mail: bdj@forp.usp.br