Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Volume: 15, Issue: 2, Published: 2020
  • Ethnohistoric review of amylolytic fermentation in Amazonia Artigos Científicos

    Barghini, Alessandro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Acreditava-se que nas terras baixas da América do Sul, os processos de fermentação de substâncias amiláceas eram realizados apenas com a inoculação de amilase salivar no produto. Em 2004, Henkel identificou um processo de fermentação único que não era conhecido anteriormente nas Américas: fermentação realizada com a inoculação de um bolor amilolítico, Rhizopus sp. A fermentação amilolítica é um mecanismo importante para transformar e enriquecer carboidratos e é amplamente utilizada no oriente e sudeste da Ásia para o preparo de bebidas e alimentos. Para verificar se esse processo era único, uma extensa pesquisa foi realizada, analisando relatórios de missionários, viajantes e antropólogos para buscar indícios de uma maior difusão de tais processos. Esta pesquisa permitiu verificar que o uso de bolores amilolíticos foi difundido em toda a bacia amazônica, desde o rio Napo e o alto Amazonas até as Guianas e o Orinoco. Além disso, foi possível verificar que Rhizopus sp. não foi o único bolor empregado. É provável que os outros bolores utilizados tenham sido o Monascus sp. e o Aspergillus sp. Isso nos leva a acreditar que os processos de fermentação na bacia amazônica eram provavelmente mais variados do que se pensava anteriormente e merecem estudos mais aprofundados.

    Abstract in English:

    Abstract In South America’s lowlands, it was believed that fermentation processes for amylaceous substances were performed only with the inoculation of salivary amylase in the mash. In 2004, Henkel identified a unique fermentation process that was not previously known in the Americas: fermentation performed with the inoculation of an amylolytic mold, Rhizopus sp. Amylolytic fermentation is an important way to transform and enrich carbohydrates and is widely used in the eastern and southeastern Asia for the enhancement of beverages and food. To verify if this process was unique, extensive research has been carried out by analyzing reports by missionaries, travelers, and anthropologists to search for hints of a larger diffusion of such processes. This research made it possible to verify that the use of amylolytic molds was widespread throughout the Amazon basin, from Rio Napo and the upper Amazon to Guianas and Orinoco. In addition, it was possible to verify that Rhizopus sp. was not the only mold employed. It is probable that the other molds used were Monascus sp. and Aspergillus sp. This leads us to believe that the fermentation processes in the Amazon basin were likely more varied than previously thought, and are worthy of deeper studies.
  • The Recreio Shellmound: geoarchaeology, ictioarchaeology and etnoarchaeology Artigos Científicos

    Wagner, Gustavo Peretti; Silva, Lucas Antonio da; Hilbert, Lautaro Maximiliam

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente artigo apresenta o processo de ocupação sambaquieiro na barreira da Itapeva, contextualizando os sítios e os seus construtores na cronologia, bem como as escolhas para inserção em uma paisagem marcada pela dinâmica das transformações paleoambientais. A implantação do Sambaqui do Recreio sobre uma planície costeira em formação demonstra uma escolha cultural calcada em um modo de vida milenar que já se desenvolvia na costa sul/sudeste brasileira há quase dois mil anos. Se, por um lado, as escavações permitiram a identificação dos peixes e instrumentos de pesca na pré-história, por outro, caracterizaram a necessidade da compreensão das estratégias e dos conhecimentos tradicionais associados, alcançados apenas através de abordagem etnográfica. Os dados ictioarqueológicos sugerem uma etapa inicial de ocupação focada em espécies cuja disponibilidade possui maior previsibilidade, como tainhas (Mugil sp.) e papa-terras (Menticirrhus sp.). A partir da instalação definitiva dos sítios, as estratégias de pesca passam a um padrão mais generalista. O aproveitamento das lagoas e dos banhados fica evidente pela presença de espécies como tainhas (Mugil sp.), jundiás (Rhamdia sp.), bagres (Genidens sp.), carás (Cichlidae), corvinas (Micropogonias furnieri) e pescadas (Cynoscion sp.). Em linhas gerais, cada espécie parece indicar estratégias de pesca diferentes.

    Abstract in English:

    Abstract This article addresses the shellmound occupation process on the Itapeva barrier, identifying the sites and their builders within the chronology, along with their choices for implementation in a landscape affected by the dynamics of paleoenvironmental transformations. The Recreio shellmound’s position on a shallow coastal plain demonstrates a cultural choice based on an ancient way of life that was already developing on the southern and southeastern coast of Brazil almost two thousand years ago. While the excavations identified fish and fishing implements that were present during prehistorical times, they also indicated the need for associated traditional strategies and knowledge which can only be obtained through ethnography. The ichthyoarcheological data suggest an initial stage of occupation focused on species with more predictable availability such as mullet (Mugil sp.) and kingcroakers (Menticirrhus sp.). After the sites were definitively established, fishing strategies became more generalist; use of lakes and flooded areas is seen in the presence of species such as mullet (Mugil sp.), freshwater catfish (Rhamdia sp.), sea catfish (Genidens sp.), cichlids (Cichlidae), whitemouth croaker (Micropogonias furnieri), and hake (Cynoscion sp.). In general, each species seems to indicate different fishing strategies.
  • Introduction: the archaeology of the ‘pioneers’ and of the diversity in the Upper Madeira River Dossiê

    Almeida, Fernando Ozorio de; Mongeló, Guilherme
  • Early and Middle Holocene human ocuppations in Southwest Amazon Dossiê

    Mongeló, Guilherme

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Durante muitas décadas, debateu-se sobre a existência ou não de sociedades antigas na floresta amazônica, relacionadas aos períodos do Holoceno inicial e médio. Há pelo menos 20 anos, evidências cada vez mais fortes vêm colocando o bioma amazônico no mapa das primeiras ocupações humanas no continente americano. Este artigo é parte deste esforço e discorre sobre os contextos arqueológicos mais antigos evidenciados na calha do alto rio Madeira, estado de Rondônia, Brasil. Foram analisados os dados até então produzidos, essencialmente as publicações de Eurico Miller, juntamente com as investigações que vêm sendo realizadas pela equipe do Projeto Alto Madeira nos últimos dez anos. Destaque especial será dado para as últimas intervenções realizadas no sítio arqueológico Teotônio, no qual foi possível identificar e comprovar a existência de camadas profundas de ocupação humana com datas do Holoceno inicial e médio.

    Abstract in English:

    Abstract For many decades, there has bien a debate on whether earliest societies existed in the Amazon rainforest during the Early and Middle Holocene periods. At least for the past 20 years, increasingly strong evidence has placed the Amazon biome on the map of the first human occupations in the American continent. The present paper is part of this effort. It deals with the oldest human occupations evidenced in the upper Madeira River, Rondônia State, Brazil. Essentially, it analyzes the data produced in the publications of Eurico Miller combined with the investigations of the Upper Madeira Project team over the last ten years. Special emphasis is given to the latest interventions at the Teotonio archaeological site, where it was possible to identify and prove the existence of deep layers of human occupation dating from the Early and Middle Holocene.
  • Archaeobotanical data from ceramic occupations of the Cachoeira do Teotônio Dossiê

    Watling, Jennifer; Almeida, Fernando; Kater, Thiago; Zuse, Silvana; Shock, Myrtle Pearl; Mongeló, Guilherme; Bespalez, Eduardo; Santi, Juliana Rossato; Neves, Eduardo Góes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Novos estudos arqueobotânicos mostram que a região da bacia do alto Madeira é uma área onde foram domesticadas várias plantas durante o Holoceno inicial e médio, confirmando o que já havia sido apontado por dados genéticos há anos. No entanto, há menos acúmulo de dados sobre as relações entre pessoas e plantas para as ocupações humanas no Holoceno tardio. Na calha do alto rio Madeira, ocorrem extensos pacotes de terra preta antropogênica associados a populações ceramistas que viviam na região entre 3.000 e 400 anos atrás. Essas populações deixaram uma riqueza de informações que nos permitem enxergar tais relações através de estudos arqueobotânicos. Este artigo relata novos dados microbotânicos dos sítios Teotônio e Santa Paula para propor novas hipóteses sobre os sistemas de manejo efetuados por essas populações. Além de documentar uma proliferação de cultivos domesticados, foi possível sugerir algumas mudanças no uso de plantas ao longo do tempo. Vimos também como os dados arqueobotânicos podem elucidar questões relacionadas à própria formação dos sítios arqueológicos.

    Abstract in English:

    Abstract New archaeobotanical studies show that the region of the Upper Madeira River was where several economic plants were brought under domestication during the Early and Middle Holocene, confirming what had been indicated by plant genetics for several years. Little is known, however, about the more recent history of plant-people relationships, during the ceramic occupations of the Late Holocene. Along the upper Madeira river channel, extensive archaeological sites containing anthropogenic dark earths are associated with occupations by ceramic producers that lived in the area between approximately 3,000 and 400 years ago. These populations left a wealth of information that allows us to evaluate these relationships through archaeobotanical studies. This paper presents new microbotanical data from the Teotônio and Santa Paula archaeological sites to proposes new hypotheses about local plant management systems during this period. Apart from documenting a proliferation in domesticates, it was possible to suggest some changes in which plants were used and how over time. We also saw how archaeobotanical data can shed light upon issues related the formation of these archaeological sites.
  • Temporality of archaeological ceramics at the Teotônio site Dossiê

    Kater, Thiago

    Abstract in Portuguese:

    Resumo No trecho encachoeirado a jusante do alto rio Madeira, entre uma porção de sítios arqueológicos, um chama a atenção: o sítio Teotônio localiza-se em um platô na margem direita da cachoeira homônima, hoje submersa pela construção da Usina Hidrelétrica Santo Antônio. A significância dessa paisagem, incluída a piscosidade da cachoeira, parece ter contribuído para que no sítio Teotônio se concentrem todos os conjuntos cerâmicos que estão dispersos de maneira esparsa pelos sítios da região. Esses diferentes conjuntos tecnológicos cerâmicos perfazem mais de três milênios de ocupação do sítio. Tendo como guia a análise tecnológica das cerâmicas, é possível inferir distintas formas pelas quais as populações indígenas ocuparam o Teotônio ao longo do tempo. Tratando-o como um microcosmo da história de longa duração do alto rio Madeira, é possível identificar distintas temporalidades no uso desse lugar.

    Abstract in English:

    Abstract In the portion of the Upper Madeira River which contains multiple waterfalls, the Teotônio archaeological site is especially notable: it is located on a plateau on the right side of the waterfall bearing the same name, and has been submerged by the construction of the Santo Antônio dam. The significance of this landscape, which includes an exceptional abundance of aquatic resources, seems to have contributed to the fact that all the known ceramic assemblages of the region are concentrated there, occurring over the more than three thousand years that the site was occupied. Technological analysis of this material permits inferences on the different ways these indigenous populations occupied Teotônio over time; treating this site as a microcosm of the long-term history of the Upper Madeira allows distinct temporalities in the use of this location to be identified.
  • Archaeology at the Santa Paula site, upper Madeira, Porto Velho, Rondônia, Brazil Dossiê

    Bespalez, Eduardo; Zuse, Silvana; Pessoa, Cliverson

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo apresenta os resultados preliminares das pesquisas do Departamento de Arqueologia da Universidade Federal de Rondônia realizadas no sítio Santa Paula, implantado em um terraço na margem esquerda da cachoeira do Teotônio, no alto Madeira, em Porto Velho, Rondônia, durante a disciplina de Práticas de Campo em Arqueologia, entre 2014 e 2016. Além dos objetivos didáticos, as pesquisas no Santa Paula tiveram o intuito de contribuir com a arqueologia regional, entendida como uma forma de história cultural indígena. As atividades desenvolvidas foram as seguintes: contextualização histórica e cultural, topografia, escavações, datação, curadoria e análises dos materiais cerâmicos. Os resultados indicam que o sítio foi ocupado por mais de três mil anos, inicialmente pelos portadores da cerâmica Santa Paula, pelos detentores das tradições tecnológicas Pocó-Açutuba, Morro dos Macacos, Barrancoide e Polícroma, pelos povos indígenas conhecidos historicamente, pelos portugueses e pelos ribeirinhos. Não obstante, as transformações mais marcantes do lugar, como a construção de montículos em torno de uma praça central e a formação de terra preta da Amazônia, foram ocasionadas a partir de 1.600 anos atrás, pelos Barrancoide, os quais, assim como os Pocó-Açutuba, podem estar associados à expansão e à influência cultural Arawak pela Amazônia e alhures.

    Abstract in English:

    Abstract This paper presents the preliminary results of archaeological research by the Federal University of Rondônia at the Santa Paula site, which is located on a terrace on the left bank of the Teotônio waterfall on the upper Madeira River, in Porto Velho, Rondônia. This fieldwork was conducted from 2014 to 2016 and contributes to regional archaeology as a form of indigenous cultural history. These activities included historical and cultural contextualization, topography, excavation, dating, curation, and analysis of ceramic objects. The findings indicate that the site was occupied for over three thousand years, initially by people who utilized Santa Paula ceramics and the Pocó-Açutuba, Morro dos Macacos, Barrancoid, and Polychrome technical traditions, as well as historically recognized indigenous peoples, the Portuguese, and river dwellers. But the most striking transformations to this site, such as the construction of mounds around a central plaza and production of Amazon dark earth soils, began 1,600 years ago by the Barrancoids, who like the Pocó-Açutuba tradition can be associated with the expansion and cultural influence of the Arawak throughout the Amazon and beyond.
  • Circular village and objects associated with indigenous occupation on the left bank of the Santo Antônio Waterfall Dossiê

    Pessoa, Cliverson; Zuse, Silvana; Costa, Angislaine Freitas; Kipnis, Renato; Neves, Eduardo Góes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo discute a ocupação indígena de uma aldeia circular no século XV, a partir da forma de assentamento e da análise da cerâmica identificada no sítio arqueológico Novo Engenho Velho, localizado no alto rio Madeira. Esses componentes espaciais são analisados em relação aos padrões de assentamento conhecidos na Arqueologia. A análise técnico-funcional da cerâmica aponta para uma padronização na produção das vasilhas, e a variabilidade existente é atribuída às diferentes atividades e funções dos artefatos. Esses elementos têm sido pensados como correlatos dos produtores da cerâmica Jatuarana (Tradição Polícroma) e a deposição em uma aldeia circular traz implicações para os atuais modelos arqueológicos propostos para a Amazônia.

    Abstract in English:

    Abstract This article discusses indigenous occupation of a circular village in the fifteenth century in terms of its shape and analysis of pottery found at the Novo Engenho Velho archaeological site on the upper Madeira river. These spatial components are analyzed against known archaeological settlement patterns. Technical and functional analysis of the ceramics indicates standardized vessel production, with variations according to different functions and activities. These elements are been considered to be associated with Jatuarana ceramics (polychrome tradition); the presence of these objects in a circular village has implications for the current archaeological models proposed for the Amazon.
  • Ceramic technologies on the upper Madeira River: summary, timeline, and perspectives Dossiê

    Zuse, Silvana; Costa, Angislaine Freitas; Pessoa, Cliverson; Kipnis, Renato

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A análise dos atributos que caracterizam as escolhas de pasta, técnicas de confecção, morfologias, acabamentos, queima e marcas de utilização, nas cadeias operatórias de confecção e uso dos artefatos cerâmicos, permitiu identificar ao menos cinco conjuntos tecnológicos distintos no alto rio Madeira, no período entre aproximadamente 3 mil anos antes do presente e o século XVIII da nossa era. Ao apresentar uma síntese da variabilidade tecnológica, pretende-se trazer reflexões sobre as classificações, o reconhecimento de tradições locais e regionais, as continuidades e mudanças nos conjuntos e os contextos arqueológicos. Tais dados possibilitam descrever as persistências e transformações culturais na longa trajetória de ocupação da região pelos povos que produziram cerâmicas.

    Abstract in English:

    Abstract The characteristic choices of clay types, production techniques, shaping, finishes, firing, and use marks in the chains of production and use for ceramic artefacts indicate the presence of at least five distinct technological groups in the upper Madeira River region from about 3,000 BP to the eighteenth century. This article summarizes the technological variations in order to reflect on classifications, recognition of local and regional traditions, continuities and changes in the archaeological groups and contexts. This information make it possible to describe cultural transformations as well as persistence among the people who produced these ceramics during the long span of occupation in this region.
  • The archaeology of the Upper Madeira within the archaeological context of Amazonia Dossiê

    Neves, Eduardo Góes; Watling, Jennifer; Almeida, Fernando Ozorio de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo faz um balanço dos dados atualmente disponíveis para a arqueologia da área a jusante das cachoeiras do alto rio Madeira. Trata-se de um segmento-chave do maior afluente do rio Amazonas, que possui suas áreas de cabeceira nos Andes Centrais: ele é formado pela junção de grandes rios que vêm da Bolívia e do Peru – Mamoré, Beni e Madre de Díos. Nossa análise comparativa indica que a arqueologia da área a jusante das cachoeiras do rio Madeira possui mais semelhanças com padrões observados na Amazônia central do que com a região de seus formadores. Por outro lado, o alto Madeira também denota elementos da diversidade cultural que caracterizam o seu entorno. Sendo assim, propomos que as cachoeiras do Madeira funcionaram como uma área de fronteira persistente ao longo do Holoceno tardio, conectando regiões com padrões culturais distintos na bacia amazônica.

    Abstract in English:

    Abstract This article reviews the data currently available on the area downstream of the waterfalls on the Upper Madeira River. This is a key segment of the largest tributary of the Amazon River, with headwaters in the Central Andres: it is comprised of the union of the Mamoré, Beni, and Madre de Dios, three great rivers flowing from Bolivia and Peru. Comparative analysis suggests that the archaeology in the area downstream of the waterfalls of the Madeira River bears more resemblance to patterns observed in central Amazonia than in the region upstream. On the other hand, the Upper Madeira also features elements related to the surrounding cultural diversity. We consequently suggest that the waterfalls acted as an enduring boundary throughout the Late Holocene, connecting regions with distinct cultural patterns within Amazonia.
MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi Coordenação de Pesquisa e Pós-Graduação, Av. Perimetral. 1901 - Terra Firme, 66077-830 - Belém - PA, Tel.: (55 91) 3075-6186 - Belém - PA - Brazil
E-mail: boletim.humanas@museu-goeldi.br