Accessibility / Report Error

Observações preliminares sobre a toxicidade do γBHC e do cloreto de mercúrio à Artemia salina

Preliminary observations on the toxicity of γBHC and mercuric cloride on Artemia salina

Salvador Airton Gaeta Naoko Kadekaru Norival Pereira Luiz Roberto Tommasi Sobre os autores

São apresentados os resultados de bioensaios com larvas de Artemia salinacolocadas em misturas de γBHC e HgCl2, a fim de se compararem os efeitos das mesmas com aqueles obtidos quando essas duas substancias atuam isoladamente. A CL50 para o yBHC foi quase que o dobro do valor para o HgCl2. O efeito da primeira dose foi observado para aproximadamente 16% da população (CL16), enquanto que, para o γBHC, o foi em 2,3% da população (CL2,3). Assim, as doses subseqüentes foram mais efetivas para o HgCl2 que para o γBHC. A dose efetiva 50% (ED50) ê mais ou menos igual para o γBHC e para o γBHC + HgCl2, mas em doses altas o YBHC seria mais efetivo, enquanto que em doses baixas a mistura é que o seria.

Bioensaios; Larvas; Pesticidas; Metais pesados; Artemia salina


Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo Praça do Oceanográfico, 191, 05508-120 São Paulo SP Brasil, Tel.: (55 11) 3091 6513, Fax: (55 11) 3032 3092 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: amspires@usp.br