Ecologia trófica de Hypostomus punctatus Valenciennes, 1840 (Osteichthyes, Loricariidae) de um riacho costeiro do sudeste do Brasil

R. Mazzoni CF. Rezende LR. Manna Sobre os autores

No presente estudo, tivemos como objetivo comparar a ecologia trófica de Hypostomus punctatus de um riacho costeiro do sudeste do Brasil com dados previamente publicados para a mesma localidade deste estudo, antes que tenha sofrido alterações ambientais. As preferências alimentares foram analisadas através da análise de 138 exemplares (67 da estação seca e 71 da estação chuvosa), utilizando-se o Índice de Importância Alimentar (IAi). Registramos cinco diferentes itens alimentares (detrito, fragmentos vegetais, Diatomáceas, Clorofíceas e Cianobactérias), compondo a dieta da espécie. Detrito foi o item mais abundante, tanto durante a estação chuvosa como durante a seca (IAichuva = 90,34 e IAiseca = 96,30). Não foram registradas diferenças significativas entre o volume consumido de cada um dos itens na estação seca e chuvosa. A análise da frequência de ocorrência mostrou que quatro (detrito, fragmento vegetal, Diatomáceas e Clorofíceas) entre os cinco itens consumidos foram sempre frequentes. Comparando nossos resultados com aqueles previamente publicados, sugerimos que o hábito alimentar de H. punctatus mudou de acordo com as alterações ambientais e que sua dieta é fortemente dependente das condições ambientais.

peixe de riacho; detritivoria; hábito bentônico


Instituto Internacional de Ecologia R. Bento Carlos, 750, 13560-660 São Carlos SP - Brasil, Tel. e Fax: (55 16) 3362-5400 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: bjb@bjb.com.br