Ecologia trófica de Hypostomus punctatus Valenciennes, 1840 (Osteichthyes, Loricariidae) de um riacho costeiro do sudeste do Brasil

No presente estudo, tivemos como objetivo comparar a ecologia trófica de Hypostomus punctatus de um riacho costeiro do sudeste do Brasil com dados previamente publicados para a mesma localidade deste estudo, antes que tenha sofrido alterações ambientais. As preferências alimentares foram analisadas através da análise de 138 exemplares (67 da estação seca e 71 da estação chuvosa), utilizando-se o Índice de Importância Alimentar (IAi). Registramos cinco diferentes itens alimentares (detrito, fragmentos vegetais, Diatomáceas, Clorofíceas e Cianobactérias), compondo a dieta da espécie. Detrito foi o item mais abundante, tanto durante a estação chuvosa como durante a seca (IAichuva = 90,34 e IAiseca = 96,30). Não foram registradas diferenças significativas entre o volume consumido de cada um dos itens na estação seca e chuvosa. A análise da frequência de ocorrência mostrou que quatro (detrito, fragmento vegetal, Diatomáceas e Clorofíceas) entre os cinco itens consumidos foram sempre frequentes. Comparando nossos resultados com aqueles previamente publicados, sugerimos que o hábito alimentar de H. punctatus mudou de acordo com as alterações ambientais e que sua dieta é fortemente dependente das condições ambientais.

peixe de riacho; detritivoria; hábito bentônico


Instituto Internacional de Ecologia R. Bento Carlos, 750, 13560-660 São Carlos SP - Brasil, Tel. e Fax: (55 16) 3362-5400 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: bjb@bjb.com.br