Influência de agonista 5-HT1A sobre o comportamento alimentar em Coturnix japonica (Galliformes: Aves)

Investigamos no presente trabalho o efeito da estimulação de receptor serotonérgico 5-HT1A no comportamento alimentar de codornas (Coturnix japonica). A administração do agonista 5-HT1A, 8-OH-DPAT (0,05 a 5,0 mg/kg), inibiu de modo dose-dependente a ingestão de alimento em codornas normoalimentadas. A inibição mais intensa foi obtida com a dose de 5,0 mg/kg (0,93 ± 0,21 g vs. 5,83 ± 0,25 g, P < 0,05, 2 h após a oferta de alimento). Resposta comparável foi alcançada nas aves previamente submetidas ao jejum alimentar. Ao final de 2 h, a dose maior de 8-OH-DPAT induziu a uma intensa resposta hipofágica (1,59 ± 0,41 g vs. 6,85 ± 1,04 g, P < 0,0001). O tratamento prévio com o antagonista 5-HT1A/beta-adrenérgico, propranolol, não bloqueou a ação inibidora do 8-OH-DPAT na ingestão alimentar, ao contrário, intensificou-a (controles, 5,22 ± 1,09 g; 8-OH-DPAT, 1,41 ± 0,19 g; propranolol + 8-OH-DPAT, 0,44 ± 0,25 g, P < 0,01, para todas as comparações). A administração isolada de propranolol evidenciou uma ação hipofágica com a dose maior (controles, 4,5 ± 0,8 g vs. propranolol, 2,0 ± 0,2 g, P < 0,01). Os resultados obtidos evidenciaram um possível papel dos receptores 5-HT1A na modulação do comportamento alimentar em codornas de natureza oposta ao referido para mamíferos. Por outro lado, a potencialização da hipofagia pela prévia administração de propranolol suscita a hipótese de um mecanismo beta-adrenérgico excitatório no controle do comportamento alimentar em codornas.

comportamento alimentar; receptor 5-HT1A; sistema serotonérgico; codornas; Coturnix japonica


Instituto Internacional de Ecologia R. Bento Carlos, 750, 13560-660 São Carlos SP - Brasil, Tel. e Fax: (55 16) 3362-5400 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: bjb@bjb.com.br