Aspectos da biologia dos tubarões capturados na Costa de Pernambuco, Brasil

Entre maio de 2004 e maio de 2007, foram capturados 117 exemplares de tubarões na costa de Pernambuco. Desses, 86 eram tubarões-flamengo, Carcharhinus acronotus, possibilitando um estudo mais detalhado da espécie. Esta espécie foi capturada nas duas áreas estudadas, nas praias de Boa Viagem/ Piedade e Paiva, apresentando a maior abundância relativa entre os tubarões capturados (73,5% do número total). Tubarões potencialmente perigosos (tigre e cabeça-chata) foram também capturados nas duas áreas, enquanto os tubarões-martelo e galha-preta foram capturados apenas em frente à Boa Viagem/ Piedade. O comprimento total (CT) dos tubarões-flamengo variou de 39,0 a 180,0 cm CT. Das 38 fêmeas analisadas, 32 eram jovens, 11 em maturação, 2 pré-ovulatórias e 21 prenhes. Dos 83 embriões, foi possível a sexagem de 75, dos quais 38 eram machos e 37 fêmeas, com proporção sexual de 1:0,9, e CT entre 6,4 e 63,5 cm. A fecundidade ovariana variou entre 5 e 10 e a uterina entre 1 e 3, com período gestacional estimado em 9 meses. Dos 48 machos, 6 eram jovens e 42 adultos. Tanto machos quanto fêmeas parecem alcançar a maturação sexual em torno de 105,0 cm CT. Dos 86 estômagos de tubarões-flamengo analisados apenas 22,1% apresentavam conteúdo, com teleósteos sendo o item mais frequente.

biologia; abundância; tubarões; Pernambuco


Instituto Internacional de Ecologia R. Bento Carlos, 750, 13560-660 São Carlos SP - Brasil, Tel. e Fax: (55 16) 3362-5400 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: bjb@bjb.com.br