Influência do açude Castanhão no transporte de nutrientes e materiais em suspensão durante a estação chuvosa no intermitente rio Jaguaribe (CE, Brasil)

Medidas de concentrações e fluxos de nutrientes e material particulado em suspensão de entrada e saída do Açude Castanhão foram efetuadas para determinar a influência de um grande reservatório no transporte fluvial entre o continente e o oceano na bacia hidrográfica intermitente do Rio Jaguaribe. A variação espacial indicou uma atenuação estatisticamente significativa ao longo do reservatório somente para as concentrações de fósforo total e material particulado em suspensão. Os resultados indicam uma forte retenção de nutrientes e do material particulado em suspensão com eficiências de retenção de 89% para sílica dissolvida, 98% para fósforo solúvel reativo, 71% para amônia, 87% para nitrogênio total, 98% para fósforo total e 97% para o material particulado em suspensão em relação aos fluxos de entrada no reservatório. A rotina de operação da barragem definida pela condição intermitente do Rio Jaguaribe reduz a descarga de água comparada com a entrada no reservatório e induz forte retenção do fluxo fluvial de nutrientes e material particulado em suspensão pelo reservatório.

barragem; semiárido; balanço de nutrientes; retenção de sedimentos; represamento de águas


Instituto Internacional de Ecologia R. Bento Carlos, 750, 13560-660 São Carlos SP - Brasil, Tel. e Fax: (55 16) 3362-5400 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: bjb@bjb.com.br