Efeitos da densidade populacional na biologia reprodutiva do molusco Bradybaena similaris (Molusca, Gastropoda)

A influência da densidade populacional em alguns aspectos da biologia reprodutiva do molusco Bradybaena similaris foi estudada. Os moluscos foram mantidos em densidades de 0.2 (isolados), 0.3, 0.6, 1.0,1.3 e 1.7 moluscos/m². Nas densidades de 0.3 e 0.6 moluscos/m², os moluscos apresentaram os menores números de ovos postos por molusco, sendo o maior valor observado para essa variável na densidade de 1.7 molusco/m². A eclosão dos moluscos mantidos a uma densidade de 0.3 molusco/m², iniciou-se aos 21 dias após a postura, sendo o tempo máximo necessário para a eclosão 36 dias para ovos oriundos de moluscos mantidos nas densidades de 0.6, 1.0, 1.3 moluscos/m². O maior percentual de eclosão (55.56%) foi observado para os moluscos isolados. O conteúdo de galactogênio na glândula de albúmem parece não acompanhar as alterações na reprodução de B. similaris em resposta a diferentes densidades populacionais.

biologia reprodutiva; Bradybaena similaris; galactogênio


Instituto Internacional de Ecologia R. Bento Carlos, 750, 13560-660 São Carlos SP - Brasil, Tel. e Fax: (55 16) 3362-5400 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: bjb@bjb.com.br