História de vida, distribuição e abundância do minhocuçu Rhinodrilus alatus RIGHI 1971: implicações para sua conservação e manejo

MA. Drumond AQ. Guimarães HR. El Bizri LC. Giovanetti DG. Sepúlveda RP. Martins Sobre os autores

Rhinodrilus alatus é um minhocuçu endêmico do hotspot Cerrado, utilizado como isca viva por cerca de 80 anos. O objetivo deste estudo foi obter informações ecológicas sobre essa espécie, as quais servirão para o estabelecimento de estratégias para seu manejo. A história de vida, a distribuição e a abundância de R. alatus foram investigados em áreas de Cerrado, pastagens e plantações de Eucalyptus, acompanhando sua extração pela comunidade local. Rhinodrilus alatus foi abundante em todas as áreas amostradas, mostrando-se resiliente à conversão do Cerrado em outros usos. A Captura por Unidade de Esforço foi de 4.4 ± 5 indivíduos por 100 metros de transecto e 5.6 ± 3 indivíduos por hora. O ciclo anual do minhocuçu é marcadamente sazonal, apresentando estivação no período mais frio e seco do ano. Jovens e adultos diferiram significativamente no comprimento e diâmetro do corpo e no diâmetro e profundidade da câmara de estivação. A distribuição da espécie foi expandida de dois para 17 municípios. A história de vida, a abundância, a distribuição e resiliência de R. alatus por certos distúrbios são elementos chave a serem considerados nas estratégias de conservação e manejo dessa espécie.

estratégias adaptativas; Cerrado; história de vida; Oligochaeta; biologia da conservação


Instituto Internacional de Ecologia R. Bento Carlos, 750, 13560-660 São Carlos SP - Brasil, Tel. e Fax: (55 16) 3362-5400 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: bjb@bjb.com.br