Resistência a metais pesados em microrganismos isolados de ambientes da mineração do carvão de Santa Catarina

Marcus Adonai Castro-Silva André Oliveira de Souza Lima Ana Valéria Gerchenski Daniela Batista Jaques André Luis Rodrigues Pricila Lima de Souza Leonardo Rubi Rörig Sobre os autores

A atividade de mineração do carvão é responsável pela geração de diferentes sub-produtos. Entre esses, está a pirita que acidifica a água e acelera o processo de solubilização de metais. Como conseqüência, o ambiente torna-se ácido e rico em metais pesados, os quais selecionam os microrganismos capazes de sobreviver nestas condições. Esses microrganismos podem, por sua vez, serem empregados como agentes para a biorremediação de áreas contaminadas com metais pesados. No presente trabalho é descrito o isolamento e a caracterização de bactérias, fungos e leveduras resistentes aos metais zinco, níquel e cádmio.

resistência a metais pesados; mineração do carvão; microrganismos acidofílicos; biorremediação


Sociedade Brasileira de Microbiologia USP - ICB III - Dep. de Microbiologia, Sociedade Brasileira de Microbiologia, Av. Prof. Lineu Prestes, 2415, Cidade Universitária, 05508-900 São Paulo, SP - Brasil, Ramal USP 7979, Tel. / Fax: (55 11) 3813-9647 ou 3037-7095 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjm@sbmicrobiologia.org.br