Atividade antimicrobiana entre bactérias isoladas da Bacia Amazônica

Bactérias produtoras de atividade antimicrobiana foram identificadas entre 86 isolados de ambientes aquáticos da Bacia Amazônica. Destes, 59 isolados (68.6%) apresentaram atividade antimicrobiana contra pelo menos uma bactéria indicadora. A atividade inibitória foi principalmente observada contra bactérias Gram-positivas, como Listeria monocytogenes e Bacillus cereus. As substâncias antimicrobianas produzidas por 19 linhagens que demonstraram maior atividade inibitória foram parcialmente caracterizadas, apresentando resistência térmica até 100°C e resistência parcial ao tratamento proteolítico. Algumas substâncias foram parcialmente inativadas somente quando tratadas com ácido tricloroacético ou com pronase E na concentração de 2 mg ml-1. A detecção da atividade antimicrobiana em géis de poliacrilamida mostrou que os compostos apresentaram peso molecular inferior à 14 kDa. Várias linhagens apresentaram atividade antibacteriana, que em alguns casos estaria relacionada com peptídios antimicrobianos. O potencial destes microrganismos para produzir substâncias antimicrobianas é grande e merece ser mais explorado.

atividade antimicrobiana; Listeria monocytogenes; bacteriocinas; Bacia Amazônica


Sociedade Brasileira de Microbiologia USP - ICB III - Dep. de Microbiologia, Sociedade Brasileira de Microbiologia, Av. Prof. Lineu Prestes, 2415, Cidade Universitária, 05508-900 São Paulo, SP - Brasil, Ramal USP 7979, Tel. / Fax: (55 11) 3813-9647 ou 3037-7095 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjm@sbmicrobiologia.org.br