Fermentação de soro de leite por Escherichia coli KO11 recombinante

A produção de etanol a partir de soro de leite empregando a cepa Escherichia coli KO11 recombinante, em fermentação de batelada, foi testada. O rendimento máximo de etanol foi obtido em 96h, representando apenas 38% do rendimento teórico. A suplementação do soro com os componentes do caldo LB aumentou o rendimento para 96% em 72h. A adição de 0,5% de extrato de levedura ao soro resultou em um rendimento máximo de 74% em 36h que aumentou para acima de 100% quando se adicionou extrato de levedura e uma solução de metais traço (Fe++, Mn++ e Zn++).

Escherichia coli; soro de leite; etanol


Sociedade Brasileira de Microbiologia USP - ICB III - Dep. de Microbiologia, Sociedade Brasileira de Microbiologia, Av. Prof. Lineu Prestes, 2415, Cidade Universitária, 05508-900 São Paulo, SP - Brasil, Ramal USP 7979, Tel. / Fax: (55 11) 3813-9647 ou 3037-7095 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjm@sbmicrobiologia.org.br