Uso de metodologia molecular para verificar a influência de uma lagoa eutrófica na comunidade bacterioplanctônica do oceano adjacente

Rodrigo Gouvêa Taketani Fábio Vieira Araujo Margaretha Denise Maria van Weerelt Maria Leonisa Sanchez-Nunez Erick Aniszewski Alexandre Soares Rosado Sobre os autores

A lagoa Rodrigo de Freitas é um ambiente aquático eutrofizado, cujas águas são lançadas ao mar nas praias de Ipanema e Leblon através do canal do Jardim de Alah. Nesse trabalho, foi estudada a influência desse aporte na comunidade bacteriana dessas praias. Para isso coletou-se água de onze estações distribuídas entre a lagoa e as praias. Essas amostras foram analisadas quanto a parâmetros moleculares e microbiológicos. Foi realizado também PCR-DGGE utilizando-se iniciadores para o gene rpoB, a partir de DNA extraído das amostras de água coletadas. Resultados preliminares mostram que a influência da lagoa na comunidade bacteriana das praias pode ser verificada por todas as abordagens.

DGGE; diversidade; bacterioplancton; lagoa eutrófica


Sociedade Brasileira de Microbiologia USP - ICB III - Dep. de Microbiologia, Sociedade Brasileira de Microbiologia, Av. Prof. Lineu Prestes, 2415, Cidade Universitária, 05508-900 São Paulo, SP - Brasil, Ramal USP 7979, Tel. / Fax: (55 11) 3813-9647 ou 3037-7095 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjm@sbmicrobiologia.org.br
Accessibility / Report Error