Accessibility / Report Error

Crescimento micelial de cepas de Pleurotus ostreatus em ágar e sua correlação com produtividade em cultivo em escala piloto

Avaliou-se o crescimento radial, as atividades de proteases e lacases e o conteúdo protéico de cinco cepas de Pleurotus ostreatus cultivado em agar à base de amido e à base de glicose contendo diferentes concentrações de 2-deoxiglicose (2-DG), um análogo da glicose. A produtividade das cepas em cultivo em escala piloto foi também determinada. Em quatro cepas o conteúdo protéico do micélio foi aproximadamente 0,6 a 3 vezes maior quando foram cultivadas em meio à base de glicose contendo 0,01g/L de 2-DG. O crescimento radial e a atividade de lacases apresentaram correlação positiva e negativa, respectivamente, com a produtividade. Esses resultados sugerem que as cepas com elevada taxa de crescimento radial e baixa atividade de lacases em glicose sem 2-DG, ou em amido sem 2-DG, ou em glicose com 0,01 g/L de 2-DG, são altamente produtivas em cultivo em escala piloto.

Pleurotus ostreatus; 2-deoxiglicose; atividade de proteases; cultivo de cogumelo


Sociedade Brasileira de Microbiologia USP - ICB III - Dep. de Microbiologia, Sociedade Brasileira de Microbiologia, Av. Prof. Lineu Prestes, 2415, Cidade Universitária, 05508-900 São Paulo, SP - Brasil, Ramal USP 7979, Tel. / Fax: (55 11) 3813-9647 ou 3037-7095 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjm@sbmicrobiologia.org.br