Accessibility / Report Error

Uso de bioreator de coluna para otimização da produção de pectinases por cultivo semi-sólido

O objetivo deste trabalho foi determinar a influência de variáveis de processo na produção das enzimas poligalacturonase (PG) e polimetilgalacturonase (PMG) por cultivo semi-sólido utilizando bioreator de coluna. Um planejamento fatorial fracionário foi utilizado para determinar o efeito das variáveis "microrganismo" (Aspergillus oryzae e Aspergillus niger), "substrato" (farelo de trigo e farelo desengordurado de arroz), "aeração" (40 e 60 ml h-1 g-1), "pectina" (5 e 10 g g-1) e "nitrogênio" (uréia e sulfato de amônia) para a produção de PG. Microrganismo, aeração e pectina foram significantes (p<0,05) para a produção de PG. Utilizando-se um planejamento composto central com quadruplicata no ponto central concluiu-se que Aspergillus niger apresenta maior produção de PG, o substrato e a fonte de nitrogênio não afetam (p<0,05) a produção de PG, a aeração afeta positivamente a produção de PG e negativamente a de PMG, e a concentração inicial de pectina afeta positivamente a atividade de ambas enzimas. Os pontos ótimos de aeração e de concentração inicial de pectina para a produção de PG são 66,13 ml h-1 g-1 e 12,8 g g-1, respectivamente, e para a produção de PMG são 40 ml h-1 g-1 e 15,0 g g-1, respectivamente.

Fermentação semi-sólida; resíduos agroindustriais; pectinase


Sociedade Brasileira de Microbiologia USP - ICB III - Dep. de Microbiologia, Sociedade Brasileira de Microbiologia, Av. Prof. Lineu Prestes, 2415, Cidade Universitária, 05508-900 São Paulo, SP - Brasil, Ramal USP 7979, Tel. / Fax: (55 11) 3813-9647 ou 3037-7095 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjm@sbmicrobiologia.org.br