Anthropogenic influences in a lagoonal environment: a multiproxy approach at the valo grande mouth, Cananéia-Iguape system (SE Brazil)

O sistema Cananéia-Iguape (Sudeste do Brasil), consiste em um complexo de canais lagunares localizados no interior de uma Reserva da Biosfera (assim definida pela UNESCO). Não obstante, variações ambientais importantes ocorreram nos últimos 150 anos, devido à abertura de um canal artificial, o Valo Grande, conectando o Rio Ribeira de Iguape ao sistema lagunar. O objetivo deste trabalho foi determinar a história das variações ambientais no sistema lagunar, causadas pela abertura do canal artificial, através da análise das camadas superiores da coluna sedimentar de um testemunho coletado no sistema. Neste sentido, uma abordagem integrada, envolvendo variações geoquímicas e faunísticas foi utilizada. As variações ambientais ocorridas apontam para mudanças drásticas na salinidade, nos padrões de sedimentação, nas associações de foraminíferos (incluindo períodos azóicos) e, mais drasticamente, no aporte de metais para o sistema costeiro. As concentrações de Pb no testemunho coletado indicam valores duas vezes maiores do que os medidos em sedimentos contaminados do estuário de Santos, situado na zona costeira mais industrializada do Brasil.

Influência antrópica; Laguna; Sedimentação; SE Brasil


Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico Praça do Oceanográfico, 191 , 05508-120 Cidade Universitária, São Paulo - SP - Brasil, Tel.: (55 11) 3091-6501, Fax: (55 11) 3032-3092 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: io@usp.br