Accessibility / Report Error

Small time scale plankton structure variations at the entrance of a tropical eutrophic bay (Guanabara Bay, Brazil)

Mariana Guenther Isabel Lima Glenda Mugrabe Denise Rivera Tenenbaum Eliane Gonzalez-Rodriguez Jean Louis Valentin Sobre os autores

A dinâmica dos vários compartimentos do plâncton foi avaliada durante uma série de curta duração na entrada da baía de Guanabara (SE do Brasil), com o objetivo de estimar suas correlações tróficas. A biomassa e eficiência fotossíntética das três frações do fitoplâncton (picoplâncton: < 2µm, nanoplâncton: 2-20µm e microplâncton: > 20µm), juntamente com a composição e abundância do nano-e microplâncton auto-e heterótrofos e do mesozooplâncton, foram determinadas em uma estação fixa durante 3 dias consecutivos, a intervalos de 3h, nas camadas de superfície e de fundo (20m). A variabilidade de quase todos os compartimentos do plâncton na superfície foi diretamente relacionada à temperatura, indicando forte influência da circulação da entrada da baía na estrutura planctônica. Na camada superficial, o mesozooplâncton parece ser alimentado pelo nano-e picoplâncton autótrofos, esse último sendo sustentado pelo microzooplâncton. Próximo ao fundo, o microplâncton auto-e heterótrofo estão possivelmente sustentando a biomassa mesozooplanctônica. Nossos resultados sugerem, portanto, que na entrada da baía de Guanabara esteja estabelecida uma rede trófica multívora, i.e., uma combinação entre as cadeias microbiana e de pastagem.

Fitoplâncton; Microzooplâncton; Mesozooplâncton; Rede trófica de pastagem; Rede trófica microbiana; Fluxos de carbono


Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico Praça do Oceanográfico, 191 , 05508-120 Cidade Universitária, São Paulo - SP - Brasil, Tel.: (55 11) 3091-6501, Fax: (55 11) 3032-3092 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: io@usp.br