Comparativo da classificação de Fujita no paciente acordado e sob sonoendoscopia

Fabio Augusto Winckler Rabelo Daniel Salgado Küpper Heidi Haueisen Sander Vanier dos Santos Júnior Eric Thuler Regina Maria França Fernandes Fabiana Cardoso Pereira Valera Sobre os autores

São poucos os estudos que comparam resultados endoscópicos no paciente acordado com o mesmo paciente sob sono induzido por drogas. OBJETIVOS: O objetivo do presente estudo é comparar os acha dos endoscópicos num mesmo paciente, em dois momentos diferentes: ambulatorial e sob sedação com propofol, por meio da classificação de Fujita. Desenho do estudo: estudo de coorte transversal. MÉTODO: Trinta e quatro pacientes foram submetido ao exame otorrinolaringológico ambulatorial, incluindo nasoendoscopia com manobra de Müller com o paciente acordado e à sonoendoscopia com propofol. A classificação de Fujita foi adotada para comparar os dois exames endoscópicos. Correlacionamos a concordância entre os exames com dados clínicos dos pacientes, como Índice de Massa Corporal, idade e gravidade da síndrome da apneia obstrutiva do sono. RESULTADOS: Não houve concordância nenhuma entre os dois exames endoscópicos, seja para o grupo no geral, seja para cada um dos subgrupos analisados. CONCLUSÃO: Não existe concordância entre os achados endoscópicos com o paciente acordado e os mesmos com o paciente com sono induzido.

apnéia; apnéia do sono tipo obstrutiva; endoscopia; propofol; síndromes da apnéia do sono


Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. Sede da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial, Av. Indianópolia, 1287, 04063-002 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (0xx11) 5053-7500, Fax: (0xx11) 5053-7512 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@aborlccf.org.br