Análise acústica da deglutição orofaríngea utilizando Sonar Doppler

Franciele Savaris Soria Roberta Gonçalves da Silva Ana Maria Furkim Sobre os autores

RESUMO

INTRODUÇÃO:

Durante o processo de envelhecimento, uma das funções que sofre modificação é a deglutição. Estas alterações na deglutição orofaríngea podem ser diagnosticadas por métodos que permitem tanto o diagnóstico quanto o monitoramento e biofeedback ao indivíduo. Um dos métodos descrito na literatura recentemente para a avaliação da deglutição é o Sonar Doppler.

OBJETIVO:

O objetivo desse estudo foi comparar os parâmetros acústicos da deglutição orofaríngea entre faixas etárias distintas.

MÉTODO:

Estudo de campo, quantitativo. O exame com o Sonar Doppler foi aplicado em 75 idosos e 72 adultos. Estabeleceram-se os parâmetros acústicos: frequência inicial, frequência do primeiro pico, frequência do segundo pico, intensidade inicial, intensidade final e tempo, para as deglutições de saliva, liquido, néctar, mel e pudim, com gole livre, 5 mL e 10 mL.

RESULTADOS:

Obtiveram-se dados objetivos e mensuráveis, apresentando significância para a maioria dos parâmetros acústicos estudados entre o grupo de idosos e adultos em relação à consistência e volume.

CONCLUSÃO:

Verificamos que há modificação do padrão acústico da deglutição, tanto em relação à consistência quanto a volume do bolo alimentar, quando comparados adultos idosos e não idosos.

Palavras-chave:
Deglutição; Idoso; Avaliação

Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. Sede da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial, Av. Indianópolia, 1287, 04063-002 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (0xx11) 5053-7500, Fax: (0xx11) 5053-7512 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@aborlccf.org.br