Potenciais evocados auditivos em lactentes pré-termo e a termo

O sucesso de uma intervenção audiológica precoce depende de informações precisas quanto ao tipo, grau e configuração da perda auditiva. O potencial evocado auditivo de tronco encefálico com o estímulo tone burst (PEATE TB) e a resposta auditiva de estado estável (RAEE) proporcionam tais informações. OBJETIVO: Investigar a aplicabilidade clínica, em lactentes, do PEATE TB e da RAEE na frequência de 2 kHz, comparando as respostas dos lactentes nascidos a termo e prétermo. MATERIAL E MÉTODO: O estudo (transversal, clínico e experimental) foi realizado com uma casuística de 17 lactentes pré-termo e 19 a termo submetidos ao PEATE TB e RAEE em 2000 Hz. RESULTADOS: A resposta eletrofisiológica mínima obtida com o PEATE TB foi de 32,4 dBnNA (52,4 dBNPS) e com a RAEE de 13,8 dBNA (26,4 dBNPS), com duração média de 21,1 min e 22 min, respectivamente. A comparação das respostas dos lactentes pré-termo e a termo não apresentou diferenças estatisticamente significantes, com exceção do tempo de duração da RAEE. CONCLUSÃO: As duas metodologias têm aplicabilidade clínica na frequência de 2 kHz em lactentes, com duração média de 20 min. Lactentes nascidos pré-termo, no geral, não apresentam diferenças em relação aos lactentes nascidos a termo.

audiometria de resposta evocada; audição; lactente; potenciais evocados auditivos


Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. Sede da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial, Av. Indianópolia, 1287, 04063-002 São Paulo/SP Brasil, Tel.: (0xx11) 5053-7500, Fax: (0xx11) 5053-7512 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@aborlccf.org.br