Methods of acute biological assays in guinea-pigs for the study of toxicity and innocuity of drugs and chemicals

Descrevemos os testes usados em ensaios biológicos de curta duração para estudo de toxicidade e inocuidade de cosméticos, fármacos e outras substâncias químicas, feitos no Biotério Central/Cedeme da Unifesp, de 1986 a 2000. Testamos 602 amostras nos seguintes ensaios: 385 de irritação cutânea, 90 de irritação ocular (até 1995), 31 de toxicidade sistêmica por injeção, 26 de toxicidade oral aguda, 15 de toxicidade por aplicação intracutânea, 15 de sensibilização da pele, 15 de toxicidade de soros e vacinas de uso humano, 14 de toxicidade por implantação intramuscular, 7 de pirogênio, 2 de toxicidade dérmica aguda e 2 de irritação da mucosa. Os agentes testados foram: cosméticos e suas matérias-primas (42,0%), substâncias químicas industriais (32,9%), plásticos, borrachas e outros polímeros (15,9%), defensivos agrícolas (4,0%), medicamentos (2,7%) e vacinas (2,5%). Aqui daremos ênfase aos ensaios de irritação e sensibilização cutânea. Este trabalho foi feito inteiramente em biotério, em consonância com a idéia de que os biotérios em universidades, sem deixar de considerar os princípios éticos pertinentes e sem desconsiderar a presença de laboratórios para controles sanitário, genético, nutricional e fisiopatológico, devem ter também laboratórios para pesquisa em transgênicos, criopreservação, fisiologia ambiental, genômica funcional, modelos alternativos e fundamentalmente toxicologia, entre outros.

Ensaios biológicos agudos; Cosméticos; Cosméticos; Cosméticos; Drogas; Drogas; Drogas; Agentes químicos; Agentes químicos; Irritabilidade cutânea


Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas Av. Prof. Lineu Prestes, n. 580, 05508-000 S. Paulo/SP Brasil, Tel.: (55 11) 3091-3824 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjps@usp.br