Pharmaceutical care as a strategy to improve the safety and effectiveness of patients’ pharmacotherapy at a pharmacy school: a practical proposal

Clarice Chemello Fernanda de Souza Eliziane de Souza Patricio Mareni Rocha Farias Sobre os autores

Muitos pacientes vivenciam pelo menos um problema relacionado ao medicamento e à atenção farmacêutica pode mudar este fato. Este trabalho descreve um modelo para estruturar o serviço de atenção farmacêutica numa farmácia escola do Sistema Único de Saúde brasileiro baseado nos resultados de um programa de seguimento farmacoterapêutico de pacientes com Doença de Parkinson. A partir dos resultados do seguimento, um esquema de gerenciamento da farmacoterapia foi desenhado. Dos 57 pacientes acompanhados, 30 apresentaram um problema relacionado ao medicamento e 42% não aderiram ao tratamento, o que reforça a necessidade de gerenciar a farmacoterapia. O esquema proposto apresenta 6 passos: primeiro, o farmacêutico preenche o formulário de dispensação e avalia a farmacoterapia do paciente; caso haja suspeita de um problema, ele é convidado a participar do seguimento farmacoterapêutico (passos 1 e 2) e marcam a primeira consulta. Após esta, o farmacêutico estuda o caso (fase de estudo, passos 3 e 4). Na segunda consulta, o farmacêutico propõe as intervenções necessárias e, na terceira, avalia seus resultados e novos problemas (passos 5 e 6, respectivamente). O processo termina quando todos os objetivos terapêuticos são alcançados. Este modelo de prática pode contribuir significativamente para o desenvolvimento e organização de serviços de atenção farmacêutica.

Atenção farmacêutica; Seguimento farmacoterapêutico; Farmácia comunitária; Pacientes/segurança; Doença de Parkinson/tratamento


Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas Av. Prof. Lineu Prestes, n. 580, 05508-000 S. Paulo/SP Brasil, Tel.: (55 11) 3091-3824 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjps@usp.br