Evaluation of foam properties of saponin from Ilex paraguariensis A. St. Hil. (Aquifoliaceae) fruits

As saponinas são compostos naturais capazes de formar espuma abundante, qualidade desejável exigida em alguns processos químicos, alimentícios, cosméticos e farmacêuticos. Ilex paraguariensis A. St. Hil. (Aquifoliaceae), mais conhecida como mate, é uma espécie largamente cultivada devido ao consumo do chimarrão. Além disso, seus frutos verdes representam uma fonte rica de saponinas pouco tóxicas e pouco hemolíticas. Nesse trabalho avaliou-se a fração de saponinas de mate (MSF) como formadora de espuma, com ênfase na espumabilidade, permanência da espuma e drenagem do filme na presença de diferentes eletrólitos (I = 0,024 M). Dodecil sulfato de sódio (SDS) e polissorbato 80 (Poly-80) foram utilizados como tensoativos-referência. Os valores de concentração micelar crítica (CMC), tensão superficial na CMC (γCMC), concentração de excesso de superfície (Γ) e área do grupamento polar na interface (A) referente à MSF foram comparáveis ao Poly-80. A espumabilidade da MSF e de ambos os tensoativos-referência foram equivalentes. A adição de MgCl2 resultou em um efeito negativo sobre a espumabilidade de MSF. Os sais NaCl, KBr e KNO3 tiveram influência negativa sobre a estabilidade da espuma. Em relação à drenagem do filme de MSF, após 60 min. seguiu-se a ordem Na2HPO4 > MgCl2 ≈ NaCl ≈ KNO3 > KBr, caracterizando uma drenagem inicial acelerada seguida pelo equilíbrio hidrodinâmico do filme após 5 min. O comportamento observado parece não estar relacionado com o potencial zeta das soluções.

Ilex paraguariensis; Aquifoliaceae; Mate; saponinas; tensoativos; espuma; análise


Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas Av. Prof. Lineu Prestes, n. 580, 05508-000 S. Paulo/SP Brasil, Tel.: (55 11) 3091-3824 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjps@usp.br