Design and evaluation of lornoxicam bilayered tablets for biphasic release

O objetivo do presente trabalho foi desenvolver comprimidos bicamada de lornoxicam para atingir padrão de liberação bifásica. Preparou-se, por compressão direta, comprimido bicamada, consistindo de uma camada de liberação imediata e uma de liberação controlada. A liberação controlada foi obtida pelo uso de vários polímeros naturais hidrofílicos, semi-sintéticos e sintéticos, tais como goma xantana, hidroxipropilmetil celulose (HPMC) e óxido de polietileno (PEO) para modular a liberação do fármaco. Os perfis de liberação in vitro mostraram comportamento bifásico em que a camada de liberação imediata (IR) contendo lornoxicam foi liberada em 15 minutos, enquanto a camada de liberação controlada (CR) liberou o fármaco em mais de 24 horas, Todos os comprimidos bicamada formulados seguiram a liberação de ordem zero com mecanismo de liberação controlada por difusão não fickiana após a liberação inicial por erupção. Os estudos de FTIR revelaram que não há interação entre o fármaco e os polímeros utilizados no estudo. A análise estatística (ANOVA) não mostrou diferença significativa na quantidade acumulada de fármaco após 15 minutos de liberação, mas observou-se diferença significativa (p<0,05) na quantidade de fármaco liberado após 24 h nas formulações otimizadas. Com base nos parâmetros de cinética de liberação obtidos, pode-se concluir que a goma xantana foi adequada para se atingir liberação bifásica de lornoxicam.

Lornoxicam; Lornoxicam; Comprimido bicamada; Polímeros hidrofílicos; Polímeros hidrofílicos; Fármacos


Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas Av. Prof. Lineu Prestes, n. 580, 05508-000 S. Paulo/SP Brasil, Tel.: (55 11) 3091-3824 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjps@usp.br