Supressão da função gonadal em potras após o nascimento, refletido pela concentração sérica de esteróides gonadais

Guilherme de Paula NOGUEIRA Renato Campanarut BARNABE Alankardson Ferreira MOREIRA Ieda Terezinha do Nascimento VERRESCHI Sobre os autores

A maturação sexual envolve a supressão da atividade gonadal entre o nascimento e a puberdade, enquanto o desenvolvimento somático prossegue. A esteroidogênese na gônada fetal é muito importante para a manutenção da prenhez e para o parto das éguas. O presente trabalho foi conduzido para avaliar os níveis séricos de esteróides gonadais em potras após o nascimento. Cinco potras nascidas no Haras Equília, Avaré, São Paulo, foram estudadas. Procedeu-se à colheita de sangue diariamente pela manhã, durante a primeira semana de vida. Os níveis de progesterona foram medidos por meio de um kit comercial de radioimunoensaio (RIA), enquanto os níveis de estradiol o foram por um RIA sensibilizado não-comercial. Ao nascimento, tanto os níveis de progesterona quanto os de estradiol mostraram-se altos (13,46 ± 5,5 nmol/L e 7,95 ± 1,5 nmol/L), diminuindo a níveis não detectáveis no fim da primeira semana de vida. Uma correlação negativa foi detectada entre a idade das potras e a concentração de esteróides das gônadas. Os resultados mostram que a atividade secretora da gonada fetal persiste até o nascimento, diminuindo gradativamente durante a primeira semana de vida, demonstrada pela variação na concentração sérica de esteróides.

Potras; Esteróides; Nascimento


Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87, Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, 05508-270 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 3091-7636, Fax: +55 11 3031-3074 / 3091-7672 / 3091-7678 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: brazvet@edu.usp.br