Accessibility / Report Error

Algumas características morfológicas segmentares da parede da aorta de galo doméstico (Gallus domesticus)

A estrutura segmentar da parede aórtica foi estudada em galo doméstico, em níveis torácico e abdominal, nas dimensões de microscopias óptica e eletrônica de varredura. Secções histológicas selecionadas foram submetidas a estudos histomorfométricos usando métodos de análises de imagens. As variáveis analisadas foram as espessuras das túnicas da parede aórtica em três segmentos investigados, compreendendo as porções ascendente torácica; descendente torácica e abdominal, bem como os diâmetros tubulares, em cada porção, e o número médio de lamelas elásticas na túnica média de cada segmento analisado. A parede aórtica do galo doméstico apresenta estrutura predominantemente elástica nas porções torácicas, cujo número relativo de lamelas elásticas decresce gradualmente para a parte abdominal da aorta, onde células musculares lisas predominam. Os diâmetros aórticos decrescem também gradualmente, e progressivamente, da porção torácica ascendente para a porção torácica descendente, e desta para a porção abdominal da aorta.

Parede aórtica; Estrutura; Microscopia óptica; Histofisiologia; Galo doméstico


Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87, Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, 05508-270 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 3091-7636, Fax: +55 11 3031-3074 / 3091-7672 / 3091-7678 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: brazvet@edu.usp.br