Accessibility / Report Error

Aves da Fazenda Brejão: uma área prioritária para conservação do Cerrado no noroeste de Minas Gerais, Brasil

O Cerrado é considerado um dos biomas mais ameaçados da América do Sul. O noroeste do estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil, ainda possui grandes áreas de importância biológica extrema para a conservação do Cerrado. Este estudo apresenta o primeiro levantamento sistemático da avifauna de uma grande área remanescente de Cerrado nesta região, a Fazenda Brejão. Os dados são baseados em levantamentos conduzidos de novembro de 1998 a janeiro de 2007. A área é uma propriedade privada de mais de 20.000 ha preservados que se situa numa região conhecida por suas veredas de buritizais, Cerrado e matas ciliares preservados. O censo de aves foi feito em transeções aleatórias, captura e marcação de indivíduos e gravação de vocalizações. Foram registradas 273 espécies de 56 famílias. O total representa 32% das 857 espécies já registradas no Cerrado. As veredas de buritizais contêm aproximadamente 42% de todas as espécies registradas. Também foram registradas espécies localmente ameaçadas, como a ema Rhea americana, o jacu-de-barriga-castanha Penelope ochrogaster, o mutum-de-penacho Crax fasciolata, o gavião-pato Spizastur melanoleucus, a arara-canindé Ara ararauna, o papagaio-galego Alipiopsitta xanthops, e o cara-dourada Phylloscartes roquettei. Essa diversidade de espécies revela a importância biológica da região. A consolidação de unidades de conservação na região será medida essencial para garantir a conservação da biodiversidade de umas das áreas mais bem preservadas do Cerrado até o momento no sudeste do Brasil.

inventário de aves; biodiversidade; Cerrado; rio São Francisco


Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Departamento de Biologia Vegetal - Instituto de Biologia, UNICAMP CP 6109, 13083-970 - Campinas/SP, Tel.: (+55 19) 3521-6166, Fax: (+55 19) 3521-6168 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: contato@biotaneotropica.org.br