Identificação das espécies brasileiras de Akodon (Rodentia: Cricetidae: Sigmodontinae) através da microestrutura dos pelos

Identification of the brazilian species of Akodon (Rodentia: Cricetidae: Sigmodontinae) through the microstructure of the hair

No Brasil há 10 espécies de Akodon Meyen, 1833 e a maioria apresenta algum grau de sobreposição geográfica havendo inclusive registros de simpatia. A identificação das espécies é difícil e pode ser feita pela análise da estrutura morfológica de pelos. Assim, para a identificação da microestrutura de pelos de nove espécies brasileiras de Akodon, foram utilizados pelos-guardas primários de amostras de coleções zoológicas. Foi adotado o método de análise das escamas cuticulares e da medula. O padrão de cutícula para todas as espécies foi folidáceo estreito. Já para a medula foram reconhecidos três padrões básicos como multisseriada alveolar, multisseriada listrada e misto de alveolar e listrada. Akodon cursor é a única espécie com predomínio de quatro fileiras sendo que exemplares 2n = 14 e 2n = 15 apresentam medula alveolar e o 2n = 16, medula listrada e células longilíneas. Para Akodon paranaensis e A. lindberghi a medula se alterna entre três e quatro fileiras. As demais espécies apresentam três fileiras. Akodon mystax apresenta um maior espaçamento entre as células. Akodon reigi possui o setor intermediário com fileiras ovaladas e bem ligadas e Akodon toba tem as células da fileira central variando com uma e duas células alveolares pequenas. No padrão listrado, Akodon montensis apresenta espaço intercelular mais estreito em relação à espessura da célula. No padrão misto, Akodon azarae apresenta células com contorno evidente, já Akodon serrensis as células apresentam formato irregular. Assim, o uso da microestrutura dos pelos como ferramenta para a identificação das espécies de Akodon mostrou-se perfeitamente viável.

roedores; escamas cuticulares; pelos-guarda; morfologia; medula


Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Departamento de Biologia Vegetal - Instituto de Biologia, UNICAMP CP 6109, 13083-970 - Campinas/SP, Tel.: (+55 19) 3521-6166, Fax: (+55 19) 3521-6168 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: contato@biotaneotropica.org.br