O que quatis e mangustos têm em comum?

Os quatis (Procyonidae) e algumas espécies de mangustos (Herpestidae) são carnívoros diurnos de pequeno a médio porte, que vivem em grupos e se alimentam oportunisticamente de pequenos animais e frutos. Uma comparação de algumas características é aqui apresentada para duas espécies de quatis (Nasua narica e N. nasua) e o mangusto-listrado (Mungos mungo). Os dois primeiros habitam a região Neotropical, ao passo que o mangusto vive na região Etíope. Tanto os quatis como o mangusto são capazes de viver próximos de povoados e aproveitam restos de alimento. Ademais, quatis e mangustos se habituam a humanos e por vezes constituem um estorvo. Esses hábitos, mais a sua quase constante procura por alimento, levam estes carnívoros a encontrar outros tipos de mamíferos em comedouros e lixeiras, e a se associarem a estes animais. O quati-de-nariz-branco (N. narica) associa-se à anta-de-baird (Tapirus bairdii) e cata carrapatos no corpo deste herbívoro, ao passo que o mangusto faz o mesmo com o facóquero ou javali-africano (Phacochoerus africanus). Estes parecem ser os dois únicos registros de mamíferos limpando mamíferos de espécies outras que a própria, e ilustram um caso notável de convergência.

comportamento oportunista; simbiose de limpeza; convergência; Procyonidae; Herpestidae


Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Departamento de Biologia Vegetal - Instituto de Biologia, UNICAMP CP 6109, 13083-970 - Campinas/SP, Tel.: (+55 19) 3521-6166, Fax: (+55 19) 3521-6168 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: contato@biotaneotropica.org.br