Validação de protocolos de tomografia computadorizada para lesões simuladas em mandíbula: estudo comparativo

A tomografia Computadorizada é a técnica de escolha no exame de lesões ósseas orais e maxilo-faciais porque proporciona a visualização de tecidos duros e moles em aquisição única e sem sobreposição de estruturas adjacentes. Este exame oferece um avanço significativo na detecção de lesões maxilo-faciais, com excelente resolução anatômica. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a validade de dois protocolos, em secções axiais, em lesões simuladas de mandíbula. Dois protocolos de TC foram obtidos em mandíbulas secas em que foram feitas perfurações, simulando lesões. Dois observadores previamente calibrados avaliaram as imagens seguindo parâmetros diversos. Como resultados pudemos observar que a sensibilidade e a especificidade foram de 100% para detecção de lesões para ambos os protocolos, mas a detecção do número de lojas das lesões multiloculares e a localização e detecção de invasão medular obtiveram valores reduzidos em sua validade, o que foi influenciado pelo protocolo de aquisição. Concluiu-se que secções axiais e reconstruções mais finas foram mais efetivas na detecção de invasão medular precoce e de lojas tumorais. Protocolos mais espessos não foram considerados apropriados para a detecção de lesões multiloculares e estágios iniciais de invasão medular.

Tomografia computadorizada por raios X; Doenças ósseas; Mandíbula


Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica - SBPqO Av. Prof. Lineu Prestes, 2227, 05508-000 São Paulo SP - Brazil, Tel. (55 11) 3044-2393/(55 11) 9-7557-1244 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: office.bor@ingroup.srv.br