Tolerância de três cultivares de cebola ao Ioxynil e Oxyfluorfen em semeadura direta

Tolerance of three direct drilled onion cultivars to Ioxynil and Oxyfluorfen

Estimou-se, em um experimento instalado em Viçosa (MG), a tolerância de três cultivares de cebola. Allium cepa L., Baia Periforme Super Precoce, Granex Ouro e Texas Grano 502 PRR. cultivados por semeadura direta, ao Ioxynil e Oxyfluorfen, e a eficiência dos tratamentos com relação ao controle de plantas daninhas. Avaliaram-se três doses de cada herbicida (0,125, 0,250 e 0,375 kg/ha, e 0,096, 0,192, 0,288 kg/ha respectivamente) aplicadas 27 dias após a semeadura, distribuídas em um modelo hierárquico com quatro repetições no delineamento em blocos casualizados. O Ioxynil foi mais seletivo para a cebola do que o Oxyfluorfen, principalmente nas doses mais altas; a mais baixa de Ioxynil mostrou-se inadequada para um controle eficaz da maior parte das plantas daninhas presentes. A tolerância das plantas de cebola foi maior para o cultivar Baia Periforme Super Precoce em relação ao Texas Grano 502 PRR. A suscetibilidade do 'Texas Grano 502 PRR' ao Oxyfluorfen expressou-se por meio de reduções significativas na população final de plantas e na produção de bulbos.

cebola; Allium cepa L.; semeadura direta; Ioxynil; Oxyfluorfen; tolerância de cultivares


Instituto Agronômico de Campinas Avenida Barão de Itapura, 1481, 13020-902 Campinas SP - Brazil, Tel.: +55 19 2137-0653, Fax: +55 19 2137-0666 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: bragantia@iac.sp.gov.br