Obtenção e análise do óleo essencial do gengibre: efeito de secagem e processamento

Extraction and analysis of ginger essential oil: processing and drying

Estudou-se a produção de óleo de gengibre a partir da destilação dos rizomas descartados na seleção normalmente feita para exportação. O material proveniente de plantações do município de Morretes (PR), foi fatiado ("chips") e submetido a quatro diferentes temperaturas de secagem até atingir peso constante. Parte dos "chips" foi destilada diretamente e parte, moída antes da destilação. Também se destilou o gengibre logo após seu fatiamento, sem nenhuma secagem. A temperatura de secagem não afetou o rendimento de óleo. Já o material moído propiciou uma extração maior do que o fatiado (0,89 e 0,64% respectivamente). A análise qualitativa do óleo essencial, através de cromatografia em fase gasosa, mostrou diferenças significativas na composição dos óleos provenientes de material fatiado e moído, havendo evidências de que os componentes mais voláteis se perderam no processo de moagem. Na análise olfativa, feita por perfumista, também se determinaram diferenças entre os tratamentos, sendo mais bem classificados os óleos obtidos a partir do material moído e seco a temperaturas mais altas.

gengibre; Zingiber officinale Roscoe; óleo essencial; processamento; secagem; qualidade


Instituto Agronômico de Campinas Avenida Barão de Itapura, 1481, 13020-902 Campinas SP - Brazil, Tel.: +55 19 2137-0653, Fax: +55 19 2137-0666 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: bragantia@iac.sp.gov.br