Fenologia e produção da cultivar tetraplóide de uva de mesa Niabell sobre diferentes porta-enxertos

Phenology and yield of 'Niabell' table grape grafted on three rootstocks

Em experimento realizado em Jundiaí, SP, município produtor de uvas de mesa, foram estudadas, em 1999, 2000 e 2001, as combinações da cultivar-copa Niabell sobre três porta-enxertos: IAC 572 'Jales', IAC 766 'Campinas' e 'Ripária do Traviú'. Foram avaliadas: fenologia das plantas; produção das videiras e massa dos cachos, em experimento com delineamento de blocos ao acaso com 8 repetições, instalado em vinhedo conduzido no sistema de espaldeira, no espaçamento de 2 x 1 m. A duração do período poda-colheita variou entre 138 e 144 dias. Em média, a produção da 'Niabell' não foi influenciada pelos porta-enxertos 'IAC 766' (2.213 g/planta), 'Ripária do Traviú'(2.171 g/planta) e IAC 572 (2.021 g/planta). A massa dos cachos foi superior quando 'Niabell' foi enxertada sobre 'IAC 766' (235,9g).

Vitis spp.; uva de mesa; variedade; massa do cacho; duração do ciclo


Instituto Agronômico de Campinas Avenida Barão de Itapura, 1481, 13020-902 Campinas SP - Brazil, Tel.: +55 19 2137-0653, Fax: +55 19 2137-0666 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: bragantia@iac.sp.gov.br