Análise de sensibilidade do modelo APSIM/ORYZA na estimava de erros na radiação solar

Alexandre Bryan Heinemann Pepijn A.J. van Oort Diogo Simões Fernandes Aline de Holanda Nunes Maia Sobre os autores

Modelos de simulação de culturas são importantes para quantificar riscos climáticos. Esses modelos necessitam de dados climáticos como dados de entrada. Entretanto, dados diários de precipitação pluvial e temperatura são facilmente encontrados, enquanto dados de radiação solar (Rs) limitam-se à aplicação de modelos de simulação de culturas. O objetivo deste estudo foi estimar a Rs utilizando cinco modelos de estimativa de radiação solar com base na temperatura do ar e quantificar a propagação de erros na radiação simulada na produtividade, biomassa, área foliar e radiação solar acumulada durante o ciclo da cultura do arroz de terras altas simulados pelo modelo de simulação ORYZA/APSIM. A acurácia dos cinco modelos de estimativa da radiação solar foi similar e não foi diferente entre os diferentes locais. Para ambientes que ocorre estresse hídrico, as saídas do modelo ORYZA/APSIM produtividade, biomassa e índice de área foliar não foram sensíveis às incertezas provenientes da radiação solar estimadas neste estudo.

modelos de simulação; calibração; arroz de terras altas


Instituto Agronômico de Campinas Avenida Barão de Itapura, 1481, 13020-902 Campinas SP - Brazil, Tel.: +55 19 2137-0653, Fax: +55 19 2137-0666 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: bragantia@iac.sp.gov.br