Accessibility / Report Error

Maturidade da fibra de algodão determinada pelo fibrógrafo modelo 430

Cotton fiber maturity determined by the 430 fibrograph

Resumos

O método de determinar a maturidade da fibra de algodão pelo fibrógrafo digital Mod. 230-A foi transposto para o novo modelo 430, que apresenta algumas inovações técnicas e opera com um pente único. A equação respectiva foi obtida através do estudo comparativo das funções L = f(p), L²/P = f(L) e M% = f(IM) obtidas para os dois aparelhos, e das relações n = p0/p e k = (IM230_A)/IM430, sendo L a leitura inicial em volts, p0 o peso da fibra de dois pentes do Mod. 230-A, p o peso da fibra do pente do Mod. 430, IM o índice de maturidade e M% a maturidade em porcentagem de fibras maduras. A expressão final obtida foi: log M% = 2,4123 - 1,37016.IM430 onde: IM430 = L2/P _ 0,04857.L + 0,3616 Comparando-se os resultados obtidos na análise de ensaios regionais de variedades, pelo emprego dos dois modelos, 230-A e 430, inclusive a equação de Worley Jr. (in 7) desenvolvida para o segundo modelo, concluiu-se que, entre os três métodos testados, a expressão apresentada permitiu maior sensibilidade para diferenciar variedades quanto à maturidade.


The Digital Fibrograph method to estimate fiber maturity was converted for the new model 430, by direct studies of both models, without establishing correlations with data of other instruments based on different principles. Comparative studies were made on the functions L = f(p), L2/p = f(L), M% = f(IM) and the relations n = p0 / p and k = (IM230_A)/IM430 were estimated, where L is the amount reading, p0, the weight of fiber of both combs of Model 230-A, p, the weight of fiber of the comb of model 430, IM, the maturity index and M%%, the maturity expressed in percentage of mature fibers. The final equation obtained for model 430 was: log M% = 2.4123 _ 1,37016 . IM430 with IM430 = L2/p - 0.04857 . L + 0.3616 Evaluation of "F" values obtained by analysing regional variety tests, using both methods and also the equation proposed by Worley Jr. showed the above presented expression to be the most sensible in discriminating among varieties, as for maturity.


ARTIGOS

Maturidade da fibra de algodão determinada pelo fibrógrafo modelo 4301 1 Com apoio financeiro do Convênio Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)/Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SA).

Cotton fiber maturity determined by the 430 fibrograph

Nelson Paulieri SabinoI, 2 2 Com bolsa de suplementação do CNPq. ; Imre Lajos GridipappII, 2 2 Com bolsa de suplementação do CNPq. ; Julio Isao KondoIII, 2 2 Com bolsa de suplementação do CNPq. ; Jesuina Buschinelli CarneiroIII, 2 2 Com bolsa de suplementação do CNPq.

ISeção de Tecnologia de Fibras, IAC

IISeção de Algodão, IAC

IIISeção de Tecnologia de Fibras, Instituto Agronómico, IAC

RESUMO

O método de determinar a maturidade da fibra de algodão pelo fibrógrafo digital Mod. 230-A foi transposto para o novo modelo 430, que apresenta algumas inovações técnicas e opera com um pente único. A equação respectiva foi obtida através do estudo comparativo das funções L = f(p), L2/P = f(L) e M% = f(IM) obtidas para os dois aparelhos, e das relações n = p0/p e k = (IM230_A)/IM430, sendo L a leitura inicial em volts, p0 o peso da fibra de dois pentes do Mod. 230-A, p o peso da fibra do pente do Mod. 430, IM o índice de maturidade e M% a maturidade em porcentagem de fibras maduras. A expressão final obtida foi:

log M% = 2,4123 - 1,37016.IM430

onde:

IM430 = L2/P _ 0,04857.L + 0,3616

Comparando-se os resultados obtidos na análise de ensaios regionais de variedades, pelo emprego dos dois modelos, 230-A e 430, inclusive a equação de Worley Jr. (in 7) desenvolvida para o segundo modelo, concluiu-se que, entre os três métodos testados, a expressão apresentada permitiu maior sensibilidade para diferenciar variedades quanto à maturidade.

SUMMARY

The Digital Fibrograph method to estimate fiber maturity was converted for the new model 430, by direct studies of both models, without establishing correlations with data of other instruments based on different principles. Comparative studies were made on the functions L = f(p), L2/p = f(L), M% = f(IM) and the relations n = p0 / p and k = (IM230_A)/IM430 were estimated, where L is the amount reading, p0, the weight of fiber of both combs of Model 230-A, p, the weight of fiber of the comb of model 430, IM, the maturity index and M%%, the maturity expressed in percentage of mature fibers. The final equation obtained for model 430 was:

log M% = 2.4123 _ 1,37016 . IM430

with IM430 = L2/p - 0.04857 . L + 0.3616

Evaluation of "F" values obtained by analysing regional variety tests, using both methods and also the equation proposed by Worley Jr. showed the above presented expression to be the most sensible in discriminating among varieties, as for maturity.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

BIBLIOGRAFIA

Recebido para publicação a 22 de agosto de 1979.

  • 1. GRIDI-PAPP, I. L. & SABINO, N. P. Maturidade da fibra de algodão, determinada por processo óptico - método do fibrógrafo digital. Revista Brasileira de Tecnologia, 3(2):99-106, 1972.
  • 2. GUTKNECHT, J. Methode de mesure optique de la maturité du coton. Paris, Institute de Recherches du Coton et des Textiles Exotiques, 30(4) :377-381, 1975.
  • 3. GUTKNECHT, J. Détermination de la maturité du coton à 1'aide du fibrographe digital. Paris, Institute de Recherches du Coton et des Textiles Exotiques, 31(2): 267-271, 1976.
  • 4
    SPECIAL INSTRUMENTS LABORATORY, INC., Knoxville. Test method for estimating of cotton maturity using the Model 430 fibrograph. Knoxville, USA, 1976. 7p. (Information Bulletin, 107)
  • 5. __________ Information concerning estimation of cotton maturity. Knoxville, USA, 1977. 22p. (Information Bulletin, 108)
  • 6
    __________ Level of test. Estimation of cotton maturity. Knoxville, USA, 1977. 1p. (Information Bulletin, 108 A)
  • 7. WORLEY JR., S.; WHITE, E. O.; PREYSCH, M. & CORMANY, J. L. Comparison of fineness/maturity estimates from the fibrograph with the cross-sectional area of fibers. Reprint from Melliand Textilberichte, Oct. 1978. 4p. (English Edition)
  • 1
    Com apoio financeiro do Convênio Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)/Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SA).
  • 2
    Com bolsa de suplementação do CNPq.
  • Datas de Publicação

    • Publicação nesta coleção
      21 Dez 2007
    • Data do Fascículo
      1980

    Histórico

    • Recebido
      22 Ago 1979
    Instituto Agronômico de Campinas Avenida Barão de Itapura, 1481, 13020-902, Tel.: +55 19 2137-0653, Fax: +55 19 2137-0666 - Campinas - SP - Brazil
    E-mail: bragantia@iac.sp.gov.br