Accessibility / Report Error

Avaliação de progênies de algodoeiro para resistência à broca-da-raiz

Progeny evaluation for resistance to the root borer in cotton

Resumos

Com base nos resultados de seleção, obtidos pela equipe de melhoramento do algodoeiro do Instituto Agronômico (IAC), numa gleba naturalmente infestada pela broca-da-raiz, Eutinobothrus brasiliensis (Hambleton), da Estação Experimental de Tietê, em 1966-81, três índices de avaliação foram propostos para a resistência dessa planta à praga. O coeficiente de correlação simples entre as duas repetições dos testes anuais de progênies foi adotado como parâmetro para estudar a eficiência dos índices na seleção de progênies resistentes. Pelo estudo comparativo, escolheu-se, como o mais adequado, o índice obtido pela contagem de furos (galerias) observados na parte lenhosa, em corte oblíquo dos caules das plantas, feito na região do colo, no meio da parte hipertrofiada. Apresentam-se os coeficientes de correlação de 1972-81 e a discussão sobre a eficiência do índice escolhido que proporcionou, durante o período, um aumento gradual do coeficiente de correlação, significando um provável acúmulo de genes favoráveis à resistência nas progênies selecionadas. A prática de picar e enterrar a parte infestada dos caules, após a colheita dos dados, contribuiu para manter alta infestação da área pela broca. Aplicado, posteriormente, à avaliação de linhagens do programa de melhoramento do algodoeiro, o índice permitiu melhorar 50% o nível geral de resistência das linhagens em estudo.

broca-da-raiz; Eutinobothrus brasiliensis; melhoramento; índice de resistência


To evaluate cotton resistance to the Brazilian root borer, Eutinobothrus brasiliensis (Hambleton), three indexes were proposed, based on selection data obtained in progeny tests, on a naturally infested plot, situated at the Tietê Experiment Station, in the years of 1966 to 1981, by the cotton breeders of the Instituto Agronômico, State of São Paulo, Brazil. The simple correlation coefficient between the two repetitions of the yearly tests was used as a parameter to study the efficiency of the indexes in selecting resistant progenies throughout that period. The most adequate index for evaluating progenies was the one obtained by the number of holes ("galleries"). The "galleries index" was observed in the woody part through an oblique section in the middle of the gall, located near the basis of the main stem of the plant. The correlation coefficients obtained in the years of 1972 to 1981 are presented and the index efficiency is discussed. The use of this index resulted in a gradual increase of the correlation coefficient, probably due to a cumulative selection of favourable resistance genes in the progenies. A high level of infestation could be maintained by picking and incorporating to the soil, the infested parts of the stems, just after data had been taken. In subsequent years, the use of the index resulted in a 50% increase in the average resistance of the selected lines of the Cotton Breeding Program.

root borer; Eutinobothrus brasiliensis (Hambleton); breeding; resistance index


II. GENÉTICA E MELHORAMENTO DE PLANTAS

Avaliação de progênies de algodoeiro para resistência à broca-da-raiz1 1 Trabalho parcialmente apresentado na II Reunião Nacional do Algodão, em Salvador, BA, em 1318182, com suporte financeiro da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA).

Progeny evaluation for resistance to the root borer in cotton

Imre Lajos Gridi-PappI, III; Edivaldo CiaI, III; Milton Geraldo FuzattoI, Ederaldo José ChiavegatoI, III; José Carlos SabinoII, III; Ary de Arruda VeigaII

ISeção de Algodão, Instituto Agronômico (IAC), Caixa Postal 28, 13001-970 Campinas (SP)

IIEstação Experimental de Tietê, IAC

IIICom bolsa de pesquisa do CNPq

RESUMO

Com base nos resultados de seleção, obtidos pela equipe de melhoramento do algodoeiro do Instituto Agronômico (IAC), numa gleba naturalmente infestada pela broca-da-raiz, Eutinobothrus brasiliensis (Hambleton), da Estação Experimental de Tietê, em 1966-81, três índices de avaliação foram propostos para a resistência dessa planta à praga. O coeficiente de correlação simples entre as duas repetições dos testes anuais de progênies foi adotado como parâmetro para estudar a eficiência dos índices na seleção de progênies resistentes. Pelo estudo comparativo, escolheu-se, como o mais adequado, o índice obtido pela contagem de furos (galerias) observados na parte lenhosa, em corte oblíquo dos caules das plantas, feito na região do colo, no meio da parte hipertrofiada. Apresentam-se os coeficientes de correlação de 1972-81 e a discussão sobre a eficiência do índice escolhido que proporcionou, durante o período, um aumento gradual do coeficiente de correlação, significando um provável acúmulo de genes favoráveis à resistência nas progênies selecionadas. A prática de picar e enterrar a parte infestada dos caules, após a colheita dos dados, contribuiu para manter alta infestação da área pela broca. Aplicado, posteriormente, à avaliação de linhagens do programa de melhoramento do algodoeiro, o índice permitiu melhorar 50% o nível geral de resistência das linhagens em estudo.

Termos de indexação: broca-da-raiz, Eutinobothrus brasiliensis, melhoramento, índice de resistência.

ABSTRACT

To evaluate cotton resistance to the Brazilian root borer, Eutinobothrus brasiliensis (Hambleton), three indexes were proposed, based on selection data obtained in progeny tests, on a naturally infested plot, situated at the Tietê Experiment Station, in the years of 1966 to 1981, by the cotton breeders of the Instituto Agronômico, State of São Paulo, Brazil. The simple correlation coefficient between the two repetitions of the yearly tests was used as a parameter to study the efficiency of the indexes in selecting resistant progenies throughout that period. The most adequate index for evaluating progenies was the one obtained by the number of holes ("galleries"). The "galleries index" was observed in the woody part through an oblique section in the middle of the gall, located near the basis of the main stem of the plant. The correlation coefficients obtained in the years of 1972 to 1981 are presented and the index efficiency is discussed. The use of this index resulted in a gradual increase of the correlation coefficient, probably due to a cumulative selection of favourable resistance genes in the progenies. A high level of infestation could be maintained by picking and incorporating to the soil, the infested parts of the stems, just after data had been taken. In subsequent years, the use of the index resulted in a 50% increase in the average resistance of the selected lines of the Cotton Breeding Program.

Index terms: root borer, Eutinobothrus brasiliensis (Hambleton), breeding, resistance index.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Recebido para publicação em 31 de agosto de 1995 e aceito em 25 de janeiro de 1996.

  • ALMEIDA, P.R. & CAVALCANTE, R.D. Combate à broca do algodoeiro, Eutinobothrus hrasiliensis (Hambl.). O Biológico, São Paulo, 30:119-120, 1964.
  • BIRD, L.S.; BUSH, D.L.; BOURLAND, F.M. & PERCY, R.G. Performance of multi-adversity resistant cottons in the presence of adversity progress for insect resistance. In: BELTWIDE COTTON PRODUCTION RESEARCH CONFERENCE, Memphis, 1976. Proceedings. Memphis, 1976. p.28-30.
  • CALCAGNOLO, G. Principais pragas do algodoeiro. In: CULTURA e adubação do algodoeiro. São Paulo, Instituto Brasileiro de Potassa, 1965. cap. 8, p.319-415.
  • COMISSĂO ESPECIAL DO ALGODĂO. Campanha contra as pragas do algodoeiro. São Paulo, Bolsa de Mercadorias de São Paulo, 1950. 5p.
  • DASTUR, R.H.; ASANA, R.D.; SAWHNEY, K.; SIKKA, S.M.; VASUDEVA, R.S.; QUADIRUDDIN KHAN; RAO, V.P. & SETHI, B.L. Cotton in India: A monograph. Bombay, Indian Central Cotton Committee, 1960. v.II, 339p.
  • FREIRE, E.C.; VIEIRA, F.V.; SANTOS, J.H.R. dos; ALVES, J.F. & ALBUQUERQUE, J.J.L. de. Resistência de variedades e tipos do algodoeiro arbóreo (Gossypium spp.) ao ataque da broca (Eutinobothrus brasiliensis, Hambleton 1937). Campina Grande, EMBRAPA - Centro Nacional de Pesquisa do Algodão, 1982. 24 p. (Boletim de Pesquisa, 10)
  • GRIDI-PAPP, I.L. Botânica e genética. In: CULTURA e adubação do algodoeiro. São Paulo, Instituto Brasileiro de Potassa, 1965. cap.3, p.117-160.
  • GRIDI-PAPP, I.L.; FUZATTO, M.G.; CAVALERI, P.A.; CIA, E.; SILVA, N.M.; FERRAZ, C.A.M.; SCHMIDT, W.; NEVES, O.S.; RODRIGUES FILHO, F.S.O.; CHIAVEGATO, E.J.; SABINO, N.P.; MARTINELLI, E.S.; LAZZARINI, J.F.; CORRÊA, F.A. & GROSSI, J.M.M. Melhoramento do algodoeiro no Estado de São Paulo: obtenção das variedades IAC RM3, IAC RM4, IAC 16 e IAC 17. Bragantia, Campinas, 43(2):405-423, 1984.
  • HAMBLETON, E.J. A broca do algodoeiro do Brasil, Gasterocercodes brasiliensis Hambleton (Col. Curcul.). Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, 8:47-106, 1937.
  • MARREWIJK, G.A.M. van & PONTI, D.M.B. de. Possibility and limitations of breeding for pest resistance. Gent, Mededelingen Faculteit Landbouwwetenschappen, Rijiksuniversiteit, Gent, 1975. 40 p.
  • MELLO, E.J.R. Constatação de resistência da broca do algodoeiro à ação de inseticidas clorados ciclodienos nas condições de laboratório. O Biológico, São Paulo, 34:257-261, 1968.
  • PAINTER, R.H. Insect resistance in crop plants. New York, McMillan, 1951. 520 p.
  • PARRA, J.R.P. Comportamento de genótipos de algodoeiro (Gossypium spp.) em relação a Eutinobothrus brasiliensis (Hambleton, 1937) (Coleoptera - Curculionidae), e influência da precipitação pluvial e do tipo do solo nos danos causados. Piracicaba, 1972. 90 p. Dissertação (Mestrado) - ESALQ-USP, 1972.
  • SAUER, H.F.G. O combate às pragas e o aumento da produção das lavouras algodoeiras de São Paulo. O Biológico, São Paulo, 14(2):23-37, 1948.
  • SCHMIDT, W.; AGUIAR, H.C. & FREIRE, E.S. Ensaios sobre a época de desbaste na cultura do algodoeiro. Bragantia, Campinas, 20:373-387, 1961.
  • VAN TOL FILHO, P.L. A broca do algodoeiro: Instruções práticas para o conhecimento e combate dessa praga. São Paulo, Secretaria da Agricultura, Departamento de Fomento da Produção Vegetal, 1937. 11p.
  • 1
    Trabalho parcialmente apresentado na II Reunião Nacional do Algodão, em Salvador, BA, em 1318182, com suporte financeiro da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA).
  • Datas de Publicação

    • Publicação nesta coleção
      17 Out 2007
    • Data do Fascículo
      1996

    Histórico

    • Aceito
      25 Jan 1996
    • Recebido
      31 Ago 1995
    Instituto Agronômico de Campinas Avenida Barão de Itapura, 1481, 13020-902, Tel.: +55 19 2137-0653, Fax: +55 19 2137-0666 - Campinas - SP - Brazil
    E-mail: bragantia@iac.sp.gov.br