Determinação do teor de óleo em sementes individuais de amendoim pelo método de ressonância magnética nuclear: estudo de variância e relação com o método Soxhlet

Determination of oil content in individual peanut seeds by the nuclear magnetic resonance method: variance studies and relationship with the Soxhlet method

Sementes individuais de amendoim colhidas aos 108, 115 e 120 dias foram utilizadas para um estudo de adequação da análise do teor de óleo pelo método de ressonância magnética nuclear (RMN). Foram feitas análises de correlação e regressão deste com o método extrativo, Soxhlet, mostrando os dados uma correlação positiva (r = 0,98) entre ambos. Embora os valores obtidos pelo Soxhlet tenham sido ligeiramente maiores, é possível estimar, através de uma equação de regressão linear, os teores de óleo em Soxhlet a partir dos teores em RMN. Foram feitas, ainda, estimativas de variabilidade entre plantas e entre sementes dentro de plantas e do número de plantas e de sementes por planta necessário para estimar a média de teores de óleo com erro-padrão da média igual a 0,5, 1 e 2%. As estimativas de variabilidade entre sementes individuais sugerem a necessidade de usar amostras compostas de grupamentos de sementes para que as médias populacionais do teor de óleo estejam contidas em intervalos de até y ± 2%.

peanut seeds; oil content; nuclear magnetic resonance


Instituto Agronômico de Campinas Avenida Barão de Itapura, 1481, 13020-902 Campinas SP - Brazil, Tel.: +55 19 2137-0653, Fax: +55 19 2137-0666 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: bragantia@iac.sp.gov.br