Modo de aplicação de esterco e de fertilizantes minerais no cafeeiro

Method of application of manure and mineral fertilizers in coffee plants

Genésio da Silva Cervellini Mario Pércio Campana Toshio Igue Sérgio Vasco de Toledo Sobre os autores

Resumos

Foram comparados, em experimentos fatoriais 3 x 2 x 2, os efeitos do esterco de curral, fósforo e potássio aplicados em cobertura ou enterrados em sulco, na produção de cafeeiros do cultivar Mundo Novo linhagem CP 379-19 plantados no espaçamento de 3 x 2 m, em três tipos de solo: latossolo roxo - transição para latossolo vermelho-amarelo orto, da região de Campinas; latossolo roxo da região de Jaú, e podzólico vermelho-amarelo orto da região de Mococa. Foram aplicados anualmente 40 litros de esterco, 200 g de superfosfato simples, 200 g de cloreto de potássio e 800 g de Nitrocálcio por cova. Nos tratamentos onde se associaram esterco e fertilizantes minerais, foi empregada a metade dessas quantidades. As produções analisadas correspondem ao período 1966-69. A análise da produção de café, referente ao quadriênio 1966/69, do experimento de Campinas, mostrou que o uso dos fertilizantes minerais elevou a produção e que, quando aplicados sem o esterco, com as doses completas, a elevação de produção foi maior. Em Jaú e Mococa, o efeito dos fertilizantes químicos foi muito pequeno em comparação com, a aplicação de 40 litros de esterco. O modo de aplicação por incorporação mostrou-se melhor para esterco e fósforo nos três locais. O potássio em cobertura apresentou melhor efeito em Campinas e Jaú, não diferindo do incorporado em Mococa.

cafeeiro; adubação orgânica e mineral


The effect of method application of manure, phosphorus and potassium incorporated to soil or applied on the soil surface was evaluated by means of 3 x 2 x 2 factorial experiments in three soils of State of São Paulo, Brazil: (1) a Latossolic B transition to a Red Yellow Latossolic at Campinas region; (2) a Latossolic B "Terra Roxa" at Jaú region; and (3) a Red Yellow Podzolic at Mococa region. Forty liters of manure, 200 g of normal superphosphate, 200 g of potassium chloride and 800 g of ammonium nitrate per plant were applied yearly in the coffee variety Mundo Novo CP 379-19 spaced 3 m x 2 m. In the treatments with manure and mineral fertilizers only half of total quantitie was applied. The grain productions recorded in the period of 1966 to 1969 were analyzed for the three regions. In Campinas, the use of mineral fertilizers increased the coffee yields and when the total quantities were applied without manure, the increase in production was higher. The incorporation of manure and phosphate was better than the application at the surface for the three locations. The potassium application at the surface was better than the incorporation, at Campinas and Jaú.

coffee tree; organic and mineral fertilizers


ADUBAÇÃO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS

Modo de aplicação de esterco e de fertilizantes minerais no cafeeiro1 1 Dados das primeiras produções em relatório da Seção de Café "Experimentação Cafeeira" 210-215. Instituto Agronômico, 1967.

Method of application of manure and mineral fertilizers in coffee plants

Genésio da Silva CervelliniI, IV; Mario Pércio CampanaII; Toshio IgueIII; Sérgio Vasco de ToledoI

ISeção de Café, Instituto Agronômico (IAC), Caixa Postal 28, 13001-970 Campinas (SP)

IIEstação Experimental de Jaú, IAC

IIISeção de Técnica Experimental e Cálculo, IAC

IVCom bolsa de pesquisa do CNPq

RESUMO

Foram comparados, em experimentos fatoriais 3 x 2 x 2, os efeitos do esterco de curral, fósforo e potássio aplicados em cobertura ou enterrados em sulco, na produção de cafeeiros do cultivar Mundo Novo linhagem CP 379-19 plantados no espaçamento de 3 x 2 m, em três tipos de solo: latossolo roxo - transição para latossolo vermelho-amarelo orto, da região de Campinas; latossolo roxo da região de Jaú, e podzólico vermelho-amarelo orto da região de Mococa. Foram aplicados anualmente 40 litros de esterco, 200 g de superfosfato simples, 200 g de cloreto de potássio e 800 g de Nitrocálcio por cova. Nos tratamentos onde se associaram esterco e fertilizantes minerais, foi empregada a metade dessas quantidades. As produções analisadas correspondem ao período 1966-69. A análise da produção de café, referente ao quadriênio 1966/69, do experimento de Campinas, mostrou que o uso dos fertilizantes minerais elevou a produção e que, quando aplicados sem o esterco, com as doses completas, a elevação de produção foi maior. Em Jaú e Mococa, o efeito dos fertilizantes químicos foi muito pequeno em comparação com, a aplicação de 40 litros de esterco. O modo de aplicação por incorporação mostrou-se melhor para esterco e fósforo nos três locais. O potássio em cobertura apresentou melhor efeito em Campinas e Jaú, não diferindo do incorporado em Mococa.

Termos de indexação: cafeeiro, adubação orgânica e mineral.

ABSTRACT

The effect of method application of manure, phosphorus and potassium incorporated to soil or applied on the soil surface was evaluated by means of 3 x 2 x 2 factorial experiments in three soils of State of São Paulo, Brazil: (1) a Latossolic B transition to a Red Yellow Latossolic at Campinas region; (2) a Latossolic B "Terra Roxa" at Jaú region; and (3) a Red Yellow Podzolic at Mococa region. Forty liters of manure, 200 g of normal superphosphate, 200 g of potassium chloride and 800 g of ammonium nitrate per plant were applied yearly in the coffee variety Mundo Novo CP 379-19 spaced 3 m x 2 m. In the treatments with manure and mineral fertilizers only half of total quantitie was applied. The grain productions recorded in the period of 1966 to 1969 were analyzed for the three regions. In Campinas, the use of mineral fertilizers increased the coffee yields and when the total quantities were applied without manure, the increase in production was higher. The incorporation of manure and phosphate was better than the application at the surface for the three locations. The potassium application at the surface was better than the incorporation, at Campinas and Jaú.

Index terms: coffee tree, organic and mineral fertilizers.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Recebido para publicação em 1.° de novembro de 1993 e aceito em 25 de janeiro de 1995.

  • 1
    Dados das primeiras produções em relatório da Seção de Café "Experimentação Cafeeira" 210-215. Instituto Agronômico, 1967.
    • CARVAJAL, J.F. Cafeto: cultivo y fertilización. 2.ed. Berna, Instituto Internacional de la Potassa, 1984. 254p.
    • CERVELLINI, G.S. Propriedades químicas de um solo de cerrado utilizado para a cafeicultura. Piracicaba, 1976. 50p. Tese (Mestrado) - ESALQ/USP, 1976.
    • CERVELLINI, G.S.; TOLEDO, S.V.; REIS, A.J. & ROCHA, T.R. Nitrogênio na adubação química do cafeeiro: dose e parcelamento do Nitrocálcio. Bragantia, Campinas, 45(1):45-55, 1986.
    • FRAGA, CG. & CONAGIN, A. Delineamento e análises de experimentos com cafeeiros. Bragantia, Campinas, 15(17):177-191, 1956.
    • GALLO, J.R.; HIROCE, R.; COELHO, F.A.S. & TOLEDO, S.V. Levantamento do esterco nutricional de cafezais de São Paulo, pela análise foliar. I. Solo Massapê-Salmourão. Bragantia, Campinas, 26(7):103-108, 1967.
    • GUIMARÃES, P.T.G. & LOPES, A.S. Solos para cafe-eiro: características, propriedades e manejo. In: RENA, A.B. et al., eds. Cultura do cafeeiro. Piracicaba, Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato, 1986. p.115-149.
    • LAZZARINI, W.; MORAES, F.R.P.; CERVELLINI, G.S.; TOLEDO, S.V.; FIGUEIREDO, S.O.; REIS, A.J.; CONAGIN, A. & FRANCO, C.M. Cultivo de café em latossolo vermelho-amarelo da região de Batatais, SP. Bragantia, Campinas, 34(14):229-239, 1975.
    • LAZZARINI, W.; MORAES, F.R.P.; MORAES, M.V.; TOLEDO, S.V. & FIGUEIREDO, J.I. Experimentação cafeeira. Instituto Agronômico, Campinas, 1967. 396p.
    • MORAES, F.R.P; GALLO, J.R.; IGUE, T. & FIGUEIREDO, J.I. Efeito de três fertilizantes acidificantes sobre a concentração de alumínio e de manganês em folhas e raízes de cafeeiros. Bragantia, Campinas, 38(2):7-17, 1979.
    • MORAES, F.R.P; LAZZARINI, W.; CERVELLINI, G.S.; TOLEDO, S.V.; MORAES, M.V.; REIS, A.J.; ROCHA, T.R. & CONAGIN, A. Fontes e doses de nitrogênio na adubação química do cafeeiro em Latossolo Roxo e Podzólico Vermelho-Amarelo Orto. Bragantia, Campinas, 44(1):1-5, 1985.
    • MORAES, F.R.P; LAZZARINI, W.; TOLEDO, S.V.; CERVELLINI, G.S. & FUJIWARA, M. Fontes e doses de nitrogênio na adubação química do cafeeiro em Latossolo Roxo transição para Latossolo Vermelho-Amarelo Orto. Bragantia, Campinas, 35(6):63-77, 1976.
    • RENA, A.B. & MAESTRI, M. Fisiologia do cafeeiro. In: RENA, A.B. et al., eds. Cultura do cafeeiro. Piracicaba, Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato, 1986. p.14-85.

    1 Dados das primeiras produções em relatório da Seção de Café "Experimentação Cafeeira" 210-215. Instituto Agronômico, 1967.

    Datas de Publicação

    • Publicação nesta coleção
      16 Out 2007
    • Data do Fascículo
      1995

    Histórico

    • Aceito
      25 Jan 1995
    • Recebido
      01 Nov 1993
    Instituto Agronômico de Campinas Avenida Barão de Itapura, 1481, 13020-902 Campinas SP - Brazil, Tel.: +55 19 2137-0653, Fax: +55 19 2137-0666 - Campinas - SP - Brazil
    E-mail: bragantia@iac.sp.gov.br