Accessibility / Report Error

Dez anos de sucessivas adubações com boro no algodoeiro

Ten years of cotton fertilization with boron

Resumos

Instalou-se um ensaio de adubação boratada do algodoeiro, de longa duração, pela primeira vez, em 1983, em Guaíra (SP), visando avaliar os efeitos de sucessivas aplicações de boro. Aplicaram-se doses anuais de 0; 0,2; 0,4; 0,8; 1,6 e 3,2 kg/ha de B, como bórax, na mistura de adubos de semeadura, em esquema estatístico de quadrado latino. Utilizou-se uma gleba de latossolo roxo, distrófico, argiloso, anteriormente cultivado, corrigido no aspecto de acidez e adubado com NPK. As parcelas foram calcariadas no quarto, sexto e nono ano de estudo, enquanto, no sétimo ano, cultivou-se guandu, em rotação. O efeito de boro sobre a produção de algodão aumentou com o passar dos anos e com a realização das calagens; na fase inicial, obteve-se a maior produção, com a dose de 0,4 kg/ha de B e, nas etapas posteriores, com a de 0,8 kg/ha. A concentração de boro no limbo foliar mostrou-se muito sensível à aplicação do micronutriente, destacando-se as diferenças com as adubações sucessivas e após as aplicações de calcário. As doses de 1,6 e 3,2 kg/ha de B proporcionaram decréscimo de produtividade das plantas em relação à produção máxima mesmo nos primeiros anos. Após as calagens, os níveis de boro no limbo foliar, associados a essas doses, mostraram-se superiores a 50 mg/kg de B. Análise química, efetuada durante o nono ano de estudo, indicou acúmulo de boro na superfície do solo e uma lixiviação do micronutriente para camadas até 60 cm de profundidade, proporcionais às doses usadas.

algodão; análise de solo; correlações; boro; acúmulo; ensaio de longa duração


A long term trial of boron fertilization was conducted with cotton in a latin square design, firstly installed in 1983 on a low fertility Dusky Red Latosol, limed and frequently fertilized without boron. Rates of 0, 0.2, 0.4, 0.8, 1.6 and 3.2 kg/ha of B as borax (11% of B), were applied annually at planting time. The cotton variety used was the IAC-20. The plots were limed in the fourth, sixth and nineth years. In the seventh year Canajus indicus was cultivated, in crop rotation, to control the increasing incidence of nemathodes. After the eighth year, there was intense attack of Anthonomus grandis Boheman. Thus, cotton yield diminished from the first period, of three years, to the last, while the effect of boron accumulation increased in this sense. In the first period, there was an enchance of yield at rate of 0.4 kg/ha of B, but after lime reaction the best responses were obtained with 0.8 kg/ha of B. The plants were more sensitives to fertilization in terms of boron concentration in the leaf blade, specially after liming. Rates of 1.6 and 3.2 kg/ha of B were injurious starting from the beginning of the study. After liming, yield decreases were related with B concentration higher than 50 mg/kg in leaf blades. Results of soil analysis in the nineth year, indicated a great residual effect of boron accumulation in the 0-20 cm soil layer, as well as leaching of the micronutrient at least down to 40-60 cm deep, in proportion to the rates applied.

long term trial; boron accumulation; yield and foliar analysis of cotton; soil analysis; correlations


ADUBAÇÃO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS

Dez anos de sucessivas adubações com boro no algodoeiro1 1 Trabalho parcialmente financiado pela FAPESP. Apresentado no XXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, em Goiânia (GO), julho de 1993.

Ten years of cotton fertilization with boron

Nelson Machado da SilvaI, IV; Luiz Henrique CarvalhoI, IV; Júlio Isao KondoII; Ondino Cleante BatagliaIII, IV; Cleide Aparecida de AbreuIII, IV

ISeção de Algodão, Instituto Agronômico (IAC), Caixa Postal 28, 13001-970 Campinas (SP)

IISeção de Tecnologia de Fibras, IAC

IIISeção de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas, IAC

IVCom bolsa de pesquisa do CNPq

RESUMO

Instalou-se um ensaio de adubação boratada do algodoeiro, de longa duração, pela primeira vez, em 1983, em Guaíra (SP), visando avaliar os efeitos de sucessivas aplicações de boro. Aplicaram-se doses anuais de 0; 0,2; 0,4; 0,8; 1,6 e 3,2 kg/ha de B, como bórax, na mistura de adubos de semeadura, em esquema estatístico de quadrado latino. Utilizou-se uma gleba de latossolo roxo, distrófico, argiloso, anteriormente cultivado, corrigido no aspecto de acidez e adubado com NPK. As parcelas foram calcariadas no quarto, sexto e nono ano de estudo, enquanto, no sétimo ano, cultivou-se guandu, em rotação. O efeito de boro sobre a produção de algodão aumentou com o passar dos anos e com a realização das calagens; na fase inicial, obteve-se a maior produção, com a dose de 0,4 kg/ha de B e, nas etapas posteriores, com a de 0,8 kg/ha. A concentração de boro no limbo foliar mostrou-se muito sensível à aplicação do micronutriente, destacando-se as diferenças com as adubações sucessivas e após as aplicações de calcário. As doses de 1,6 e 3,2 kg/ha de B proporcionaram decréscimo de produtividade das plantas em relação à produção máxima mesmo nos primeiros anos. Após as calagens, os níveis de boro no limbo foliar, associados a essas doses, mostraram-se superiores a 50 mg/kg de B. Análise química, efetuada durante o nono ano de estudo, indicou acúmulo de boro na superfície do solo e uma lixiviação do micronutriente para camadas até 60 cm de profundidade, proporcionais às doses usadas.

Termos de indexação: algodão, produtividade e análise foliar; análise de solo; correlações, boro, acúmulo, ensaio de longa duração.

ABSTRACT

A long term trial of boron fertilization was conducted with cotton in a latin square design, firstly installed in 1983 on a low fertility Dusky Red Latosol, limed and frequently fertilized without boron. Rates of 0, 0.2, 0.4, 0.8, 1.6 and 3.2 kg/ha of B as borax (11% of B), were applied annually at planting time. The cotton variety used was the IAC-20. The plots were limed in the fourth, sixth and nineth years. In the seventh year Canajus indicus was cultivated, in crop rotation, to control the increasing incidence of nemathodes. After the eighth year, there was intense attack of Anthonomus grandis Boheman. Thus, cotton yield diminished from the first period, of three years, to the last, while the effect of boron accumulation increased in this sense. In the first period, there was an enchance of yield at rate of 0.4 kg/ha of B, but after lime reaction the best responses were obtained with 0.8 kg/ha of B. The plants were more sensitives to fertilization in terms of boron concentration in the leaf blade, specially after liming. Rates of 1.6 and 3.2 kg/ha of B were injurious starting from the beginning of the study. After liming, yield decreases were related with B concentration higher than 50 mg/kg in leaf blades. Results of soil analysis in the nineth year, indicated a great residual effect of boron accumulation in the 0-20 cm soil layer, as well as leaching of the micronutrient at least down to 40-60 cm deep, in proportion to the rates applied.

Index terms: long term trial; boron accumulation; yield and foliar analysis of cotton; soil analysis; correlations.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

Recebido para publicação em 26 de agosto de 1994 e aceito em 17 de fevereiro de 1995

  • ABREU, C.A.de; ABREU, M.F.de; RAIJ, B.van; BATAGLIA, O.C. & ANDRADE, J.C. Extracting boron from soil by microware heating for ICP-AES determinations. Communications in Soil Science and Plant Analysis, New York, 25(1920):3321-3333, 1994.
  • BATAGLIA, O.C; FURLANI, A.M.C.; TEIXEIRA, J.P.F.; FURLANI, P.R. & GALLO, J.R. Métodos de análise química de plantas. Campinas, Instituto Agronômico, 1983. 48p. (Boletim Técnico, 78)
  • CARVALHO, L.H. Efeitos da calagem e da adubação boratada sobre o algodoeiro (Gossypium hirsutum L.) cultivado em Latossolo Vermelho-Amarelo - fase arenosa. Piracicaba, 1980. 64p. Tese (Mestrado). ESALQ/USP.
  • COLEMAN, R. Yield and quality of cotton can be improved by boron. Better Crops, New York, 21(4):18-20; 48-50, 1945.
  • FRITZ, A. La déficience en bore du cotonnier ou Nord-Cameroun. Coton et Fibres Tropicales, Paris, 26(2): 235-241, 1971.
  • HINKLE, D.A. & BROWN, A.L. Secondary nutrients and micronutrients. In: ADVANCES in production and utilization of quality cotton - principles and practices. Ames, Iowa State University Press, 1966. p. 280-366.
  • SEDBERRY JUNIOR, J.E.; NUGENT, A.L.; BRUPBA-CHER, R.H.; HULDER, J.B.; PHILLIPS, S.A.; MARSHALL, L.G.; SLOANA, L. W.; MELVILLE, D.R. & RABB, J.L. Boron investigation with cotton in Louisiana. Baton Rouge, Louisiana Agricultural Experiment Station, 1969. 27p. (Bulletin, 635)
  • SILVA, N.M.; CARVALHO, L.H.; BATAGLIA, O.C. & HIROCE, R. Efeitos do boro em algodoeiro cultivado em condições de casa de vegetação. Bragantia, Campinas, 38:153-164, 1979.
  • SILVA, N.M.; CARVALHO, L.H.; CHIAVEGATTO, E.J.; KONDO, J.I.; BATAGLIA, O.C.; HIROCE, R.; BOR-TOLETTO, N.P. & SABINO, J.C. Estudo regional da adubação boratada do algodoeiro no Estado de São Paulo. Bragantia, Campinas, 50(2):342-358, 1991.
  • SILVA, N.M.; CARVALHO, L.H.; CHIAVEGATTO, E.J.; SABINO, N.P. & HIROCE, R. Efeito de doses de boro aplicadas no sulco de plantio do algodoeiro, em solo deficiente. Bragantia, Campinas, 41:181-191, 1982.
  • 1
    Trabalho parcialmente financiado pela FAPESP. Apresentado no XXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, em Goiânia (GO), julho de 1993.
  • Datas de Publicação

    • Publicação nesta coleção
      16 Out 2007
    • Data do Fascículo
      1995

    Histórico

    • Recebido
      26 Ago 1994
    • Aceito
      17 Fev 1995
    Instituto Agronômico de Campinas Avenida Barão de Itapura, 1481, 13020-902, Tel.: +55 19 2137-0653, Fax: +55 19 2137-0666 - Campinas - SP - Brazil
    E-mail: bragantia@iac.sp.gov.br