Dor neonatal: conhecimento, atitude e prática da equipe de enfermagem

Ana Paula Silva Campos Sobre o autor

RESUMO

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS:

Os neonatos possuem particularidades especiais e estas devem ser bem mais difundidas no meio científico, tanto para conhecimento dos profissionais e estudantes, quanto para auxílio das mães. O objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento, atitude e prática da equipe de enfermagem diante do manuseio da dor neonatal.

CONTEÚDO:

Trata-se de uma pesquisa bibliográfica com estudo descritivo, no período de 2013 a 2017, através de um levantamento em base de dados eletrônicos da Medline (Literatura Internacional em Ciências da Saúde), Scielo (Scientific Electronic Library Online) e LILACS (Literatura Latino Americana em Ciências da Saúde). Foram selecionados 20 artigos científicos, os quais passaram por um estudo minucioso a fim de agrupar os dados semelhantes e verificar suas particularidades, para assim serem expostos em categorias.

CONCLUSÃO:

Há a necessidade de inserção dessa temática nos cursos de graduação, pós-graduação e treinamentos e capacitações nas maternidades de forma contínua, a fim de que o profissional consiga relacionar a teoria à prática e oferecer então a melhor terapêutica ao recém-nascido e orientações às mães.

Descritores:
Atitude; Conhecimento Dor; Enfermagem; Neonatologia; Prática

Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 937 Cj2 - Vila Mariana, CEP: 04014-012, São Paulo, SP - Brasil, Telefones: , (55) 11 5904-2881/3959 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: dor@dor.org.br