Cistite actínica associada à infecção de trato urinário por Candida glabrata como diagnóstico diferencial de neuralgia do pudendo. Relato de caso

Lidia Yanka Hoffmann Alexandre Daronco Eduardo Hildebrand Seyboth Sobre os autores

RESUMO

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS:

A dor pélvica crônica é uma síndrome ainda pouco conhecida, com diferentes agentes etiológicos, com alta morbidade, com poucas informações sobre sua etiopatogênese, dificultando seu tratamento, com sintomas que impactam de modo significativo a qualidade de vida do paciente. Entre as inúmeras causas está a cistite actínica, complicação da radioterapia pélvica, que apresenta sinais, sintomas e complicações semelhantes à neuralgia do pudendo. O objetivo deste relato foi apresentar uma das etiologias da dor pélvica crônica e seu tratamento.

RELATO DO CASO:

Paciente do sexo masculino, 63 anos, que procurou o serviço médico com história de dor pélvica crônica atribuída à neuralgia do pudendo. Foi feito o diagnóstico de cistite actínica causada por radioterapia pélvica para tratamento de adenocarcinoma de próstata e infecção de trato urinário pelo agente fúngico oportunista Candida glabrata, e instituído tratamento com fluconazol com controle total da sintomatologia dolorosa e melhora acentuada da qualidade de vida.

CONCLUSÃO:

Relato de caso com controle total da dor em paciente que apresentava diagnóstico inicial de neuralgia do pudendo, que após avaliação clínica, imaginológica, cistoscópica e laboratorial foi diagnosticado com cistite actínica associada à infecção de trato urinário por Candida glabrata.

Descritores:
Candida glabrata; Cistite; Dor pélvica; Neuralgia do pudendo

Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 937 Cj2 - Vila Mariana, CEP: 04014-012, São Paulo, SP - Brasil, Telefones: , (55) 11 5904-2881/3959 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: dor@dor.org.br