Accessibility / Report Error

Risco de abuso de opioides em ambulatório de dor crônica não oncológica

RESUMO

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS:

A dor crônica tem se tornado uma doença extremamente prevalente e um motivo cada vez mais recorrente para procura de atendimento médico. Tem sido tratada com opioides possibilitando o abuso de seu uso. Este estudo teve como objetivo analisar o perfil de risco para abuso de opioides em pacientes ambulatoriais com dor crônica.

MÉTODOS:

Estudo transversal com 72 pacientes atendidos em ambulatório de um hospital público no período de julho e agosto de 2019. As variáveis analisadas foram idade, sexo, comorbidades, fármacos em uso e aspectos relacionados à dor como intensidade, localização anatômica, etiologia e necessidade de se afastar do trabalho. Além disso, foi aplicado um questionário para avaliar o risco de abuso de opioides.

RESULTADOS:

Foram analisados 72 pacientes com dor crônica, sendo a maioria mulheres (84,7%). A média de idade foi de 52,8 anos. Os pacientes foram classificados em três grupos conforme o risco de abuso de opioides: alto (21%), moderado (29%) e baixo (50%). Houve associação do aumento do risco com o uso de opioides (p=0,004) e com a presença de depressão (p=0,003).

CONCLUSÃO:

Metade dos pacientes apresentou baixo risco para abuso de opioides. O aumento do risco de abuso de opioides está relacionado à presença de depressão ou sintomas depressivos. Não foi observada relação entre o uso de benzodiazepínico e o aumento no risco de abuso para opioides. Pacientes considerados de alto risco para abuso de opioides têm mais chances de desenvolverem comportamentos aberrantes. É preciso conhecer o perfil de risco do paciente para aumentar a segurança e eficácia do tratamento da dor crônica.

Descritores:
Analgésicos opioides; Dor crônica; Gestão de riscos; Uso indevido de medicamentos sob prescrição

Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 937 Cj2 - Vila Mariana, CEP: 04014-012, São Paulo, SP - Brasil, Telefones: , (55) 11 5904-2881/3959 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: dor@dor.org.br