Análise econômica determinística da terminação em confinamento de novilhos abatidos com distintos pesos

Economic deterministic analysis of feedlot-finished steers slaughtered at different weights

Resumos

O objetivo deste estudo foi o de avaliar a viabilidade econômica da terminação em confinamento de novilhos, por meio de indicadores financeiros de retorno e risco, via análise determinística, tomando como base valores de cotações médias praticadas no Rio Grande do Sul nos anos de 2004 a 2012. Foram utilizados 18 novilhos da raça Charolês, com idade média inicial de 30 meses e peso médio inicial de 297,0kg ±11,5kg. Avaliaram-se três pesos de abate pré-determinados: 420, 460 e 500 kg, sendo os pesos obtidos de 421, 461 e 495 kg, respectivamente. O período de alimentação foi de 110, 145 e 184 dias, respectivamente. Os custos variáveis representaram 98% do custo total, sendo que, destes, os mais representativos foram: compra do animal magro e alimentação (volumoso + concentrado). As estimativas dos indicadores financeiros para os pesos de abate de 421, 461 e 495 kg foram, respectivamente, de R$ -266,30, -323,49 e -417,18 para margem bruta, R$ -289,70, -346,90 e -440,59 para margem líquida, de R$ -344,89, -419,93 e -536,24 para lucro, de R$ -316,78, -381,92 e -483,67 para valor presente líquido, de 0,85, 0,83 e 0,81 para índice benefício:custo, -2,65%, -2,52% e -2,58% para retorno adicional sobre o investimento, -5,02%, -4,57% e -4,56% para taxa interna de retorno (a.m.) e 7,05, 8,37 e 9,86 meses para payback descontado. Apesar de indicarem inviabilidade da terminação em qualquer peso de abate, menores pesos resultaram em menores perdas econômicas, tornando essa tecnologia de elevado risco econômico.

análise de investimentos; análise de risco; bovinos de corte; peso ideal de abate; sistema de terminação


The aim of this study was to evaluate the economic viability of feedlot-finished steers through financial indicators of risk and return, via deterministic analysis, based on average values quotations practiced in Rio Grande do Sul state in the years 2004-2012. We used 18 Charolais steers with average initial age of 30 months and average initial weight of 297.0kg ± 11.5kg. We evaluated three predetermined slaughter weights: 420, 460 and 500kg, being the weights obtained of 421, 461 and 495kg, respectively. Variable costs represented 98% of total cost, and of these, the most representative were purchase of feeder cattle and food (forage + concentrate). The estimates of the financial indicators to slaughter weights of 421, 461 and 495kg were, respectively: R$ -266.30, -323.49 and -417.18 for gross margin; R$ -289.70, -440.59 and 346.90 for net margin; R$ -344.89, -419.93 and -536.24 for profit; R$ -316.78, -381.92 and -483.67 for net present value; 0.85, 0.83 and 0.81 for index benefit:cost, -2.65%, -2.52% and -2.58% for additional return on investment; -5.02%, -4.57% and -4.56% for the internal rate of return (a.m.); and 7.05, 8.37 and 9.86 months for discounted payback. Although these results indicate infeasibility of termination at any slaughter weight, lower weights resulted in lower economic losses, making this technology of high economic risk.

beef cattle; finishing system; ideal slaughter weight; investment analysis; risk analysis


  • 1
    Millen DD, Pacheco RDL, Arrigoni MDB, Galyean ML, Vasconcelos, JT. A snapshop of management practices for nutritional recommendations used by feedlot nutritionists in Brazil. Journal of Animal Science. 2009;87(10):3427-3439.
  • 2
    Lopes MA, Magalhães GP. Análise da rentabilidade da terminação de bovinos de corte em condições de confinamento: um estudo de caso. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia. 2005;57(3):374-379.
  • 3
    Costa EC, Restle J, Vaz FN, Alves Filho DC, Bernardes RALC, Kuss F. Características da carcaça de novilhos Red Angus superprecoces abatidos com diferentes pesos. Revista Brasileira de Zootecnia. 2002;31(1):119-128.
  • 4
    Pacheco PS, Restle J, Vaz FN, Freitas AK, Padua JT, Neumann M, Arboitte MZ. Avaliação econômica da terminação em confinamento de novilhos jovens e superjovens de diferentes grupos genéticos. Revista Brasileira de Zootecnia. 2006;35(1):309-320.
  • 5
    Restle J, Pacheco PS, Costa EC, Freitas AK, Vaz FN, Brondani IL, Fernandes JJR. Apreciação econômica da terminação em confinamento de novilhos Red Angus superjovens abatidos com diferentes pesos. Revista Brasileira de Zootecnia. 2007;36(4):978-986.
  • 6
    Missio RL, Brondani IL, Freitas LS, Sachet RH, Silva JHS, Restle J. Desempenho e avaliação econômica da terminação de tourinhos em confinamento alimentados com diferentes níveis de concentrado na dieta. Revista Brasileira de Zootecnia. 2009;38(7):1309-1316.
  • 7
    Souza A, Pedro JJ, Silva WV, Duclós LC. Custos de produção, expectativas de retorno e de risco para o agronegócio do milho na região do Planalto Norte -Catarinense / Brasil. Custos e @gronegócio on line. 2010;6(1):140-159.
  • 8
    Kreuz CL, Souza A, Schuck E, Cunha SK. Custos de produção, expectativas de retorno e de riscos do agronegócio uva na região dos campos de palmas. Revista Alcance – UNIVALI. 2004;11(2):239–258.
  • 9
    Kreuz CL, Souza A. Custos de Produção, Expectativas de Retorno e de Risco do Agronegócio do Alho no Sul do Brasil. ABCustos Associação Brasileira de Custos. 2006;1(1):1-19.
  • 10
    Kreuz CL, Souza A, Clemente A. Custos de produção, expectativas de retorno e de riscos do agronegócio mel no planalto norte de Santa Catarina. Custos e @gronegócio on line. 2008;4(1):46-61.
  • 11
    Matsunaga M, Bemelmans PF, Toledo PEN, Dulley RD, Okawa H, Pedroso IA. Metodologia de custo utilizada pelo IEA. Agricultura em São Paulo. 1976;23(1):123-139.
  • 12
    Resende Filho MA, Braga MJ, Rodrigues RV. Sistemas de terminação em confinamento: perspectivas para dinamização da cadeia produtiva da carne bovina em Minas Gerais. Revista Brasileira de Economia. 2001;55(1):107-131.
  • 13
    Lapponi JC. Projetos de investimento na empresa. 1st ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2007. 488p. Portuguese.
  • 14
    Rodrigues Filho M, Mancio AB, Gomes ST, Silva FF, Lana RP, Rodrigues NEB, Soares CA, Veloso CM. Avaliação econômica do confinamento de novilhos de origem leiteira, alimentados com diferentes níveis de concentrado e de cama de frango. Revista Brasileira de Zootecnia. 2002;31(5):2055-2069.
  • 15
    Ferreira IC, Silva MA, Barbosa FA, Carvalho ADF, Correa GSS, Fridrich AB, Souza JER. Avaliação técnica e econômica de diferentes grupos genéticos de bovinos de corte machos superprecoces e do sistema de produção em confinamento. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia. 2009;61(1):243-250.
  • 16
    Simões ARP, Moura AD, Rocha DT. Avaliação econômica comparativa de sistemas de produção de gado de corte sob condições de risco no Mato Grosso do Sul. Revista de Economia e Agronegócio. 2006;5(1):51-72.
  • 17
    Fernandes ARM, Sampaio AAM, Henrique W, Perecin D, Oliveira EA, Túllio RR. Avaliação econômica e desempenho de machos e fêmeas Canchim em confinamento alimentados com dietas à base de silagem de milho e concentrado ou cana-de-açúcar e concentrado contendo grãos de girassol. Revista Brasileira de Zootecnia. 2007;36(4):855-864.
  • 18
    Coan RM, Reis RA, Resende FD, Sampaio RL, Schocken-Iturrino RP, Garcia GR, Berchielli TT. Viabilidade econômica, desempenho e características de carcaça de garrotes em confinamento alimentados com dietas contendo silagem de capins tanzânia ou marandu ou silagem de milho. Revista Brasileira de Zootecnia. 2008;37(2):311-318.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    22 Jan 2015
  • Data do Fascículo
    Dez 2014

Histórico

  • Aceito
    27 Set 2014
  • Recebido
    07 Ago 2013
Universidade Federal de Goiás Universidade Federal de Goiás, Escola de Veterinária e Zootecnia, Campus II, Caixa Postal 131, CEP: 74001-970, Tel.: (55 62) 3521-1568, Fax: (55 62) 3521-1566 - Goiânia - GO - Brazil
E-mail: revistacab@gmail.com