• Academic mothers: balancing the roles of parent and researcher Editorial

    Pontes, Tatiana Barcelos; Alves, Aline Teixeira; Celeste, Letícia Correa; Bernardo, Lilian Dias; Queiroz, Adriana Gonçalves; Poletto, Marina; Njelesani, Janet
  • Cross-cultural adaptation, face validity and reliability of the Model of Human Occupation Screening Tool to Brazilian Portuguese Original Article

    Cruz, Daniel Marinho Cezar da; Parkinson, Sue; Rodrigues, Daniela da Silva; Carrijo, Débora Couto de Melo; Costa, Jacqueline Denubila; Fachin-Martins, Emerson; Pfeifer, Luzia Iara

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução O Instrumento de Identificação da Participação Ocupacional do Modelo de Ocupação Humana (MOHOST Brasil) foi desenvolvido no Reino Unido e mensura a participação ocupacional. Até a sua presente tradução, para o Brasil, não haviam instrumentos padronizados e que mensurassem o mesmo constructo. Objetivos Descrever o processo de tradução e adaptação cultural do MOHOST para o Brasil, examinar a sua validade de face e confiabilidade no teste-reteste por terapeutas ocupacionais. Método Inicialmente foi estabelecido um contato para a autorização da tradução e, posteriormente, seguidas as etapas de tradução, retrotradução, comitê de especialistas, validade de face e teste-reteste. O comitê de especialistas foi composto por dez terapeutas ocupacionais. A validade de face contou com a participação de 50 terapeutas ocupacionais. A análise estatística foi empregada para investigar se o entendimento do MOHOST pelos terapeutas ocupacionais estava vinculado à sua duração da experiência clínica. A confiabilidade teste-reteste foi examinada em uma amostra de oito adultos com deficiência física, em um intervalo de uma semana. Resultados A adaptação transcultural do MOHOST (Brasil) foi concluída. Foi encontrada uma correlação significativa (p=0,04) entre anos de experiência profissional e maior entendimento dos itens do MOHOST. O MOHOST apresentou confiabilidade muito alta no teste-reteste (r>0,900). Conclusão A versão brasileira apresenta validação de face e confiabilidade no teste-reteste. Estudos futuros abordando as propriedades psicométricas de validade convergente e confiabilidade entre avaliadores são recomendados.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction The Model of Human Occupation Screening Tool (MOHOST) was developed in the UK and measures the occupational participation. Until its translation, there were no standardised instruments in Brazil of a similar nature. Objectives To describe the translation and cross-cultural adaptation process of the MOHOST for Brazil, its face validity and test-retest reliability among occupational therapists. Method A translation agreement was established allowing the assessment to be translated and honed after a back translation. An expert committee was formed of ten occupational therapists to test face validity of the instrument with 50 occupational therapists. Statistical analysis was employed to investigate whether the occupational therapists’ understanding of the MOHOST was linked to their length of clinical experience. The test-retest reliability was examined among a sample of eight adults with physical disabilities. Results The cross-cultural adaptation of the Brazilian MOHOST has been completed. A significant correlation (p=0.04) was found between years of professional experience and greater understanding of the MOHOST items. The MOHOST presented very high reliability in the test-retest (r>0.900). Conclusion A Brazilian translation of the MOHOST has face validation and test-retest reliability. Future studies addressing this instrument’s psychometric properties of validity and inter-rater reliability are recommended.
  • EVA brace for treatment of congenital clubfoot in newborns Artigo Original

    Campos, Cecília Maria Bezerra Freire; Santos, Raweny Thayna Gomes dos; Holanda, Norrara Scarlytt de Oliveira; Farias, Pedro Henrique Silva de; Pereira, Silvana Alves

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: Pé torto congênito (PTC) é uma deformidade ortopédica caracterizada por uma displasia congênita das estruturas musculoesqueléticas como músculos, tendões, ligamentos, estruturas osteoarticulares e neurovasculares, de origem multifatorial e causa idiopática. Objetivo Oferecer intervenção precoce no tratamento de pé torto congênito de recém-nascidos e apresentar o uso de Etil Vinil Acetato (EVA) como um material para produção de órteses ainda no período neonatal. Método Foi realizada intervenção em recém-nascidos de idade gestacional >37 semanas, de ambos os sexos, diagnosticados com pé torto congênito flexível. As órteses foram desenvolvidas com EVA de espessura 4 mm, velcro e cola quente, utilizando-se prancha de cabelo e tesoura para confecção. Resultados Foram incluídos 15 neonatos no estudo, com PTC bilateral. Para cada confecção de órtese foi usado em média 20 cm2 de EVA e nenhum recém-nascido evoluiu com úlcera de pressão. As órteses foram mantidas por 18 horas inicialmente e nenhuma família apresentou qualquer queixa ou dificuldade em manipular o material em casa, relatando integral satisfação. Aos 60 dias de tratamento, todos os bebês em acompanhamento alcançaram a pontuação 0 pela escala de Pirani, entretanto, por não apresentarem simetria dos pés, foram acompanhados por mais 30 dias. Na análise multivariada, observaram-se diferenças entre as avaliações (p = 0,001), e na comparação de pares, apenas a pontuação dos 30 com 60 dias, foram semelhantes (p = 0,45). Conclusão A rápida intervenção, realizada por profissional habilitado, utilizando-se órteses confeccionadas com EVA, mostrou-se eficaz para o tratamento conservador do PTC em recém-nascidos.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction Congenital clubfoot (CC) is an orthopedic deformity characterized by congenital dysplasia of musculoskeletal structures such as muscles, tendons, ligaments, osteoarticular and neurovascular structures, of multifactorial and idiopathic origin. Objective Offer early intervention for the treatment of congenital clubfoot in newborns, using ethyl vinyl acetate (EVA) to produce braces in the neonatal period. Method Intervention was performed in newborns of both sexes, with gestational age >37 weeks, diagnosed with flexible congenital clubfoot. The braces were manufactured with 4 mm-thick EVA, Velcro and hot glue, using flat irons and scissors. Results Fifteen newborns were included in the study, with bilateral CC and 32 braces. An average of 20 cm2 of EVA was used for each brace and none of the newborns developed pressure sores. Braces were worn initially for 18 hours and no family member expressed any complaint or difficulty in handling the device at home, reporting complete satisfaction. After 60 days of treatment, all the infants in the follow-up achieved a score of 0 on the Pirani scale, but were monitored for a further 30 days because they did not exhibit symmetrical feet. Multivariate analysis revealed differences between assessments (p = 0.001), and in pair comparison, only a score of 30 after 60 days was similar (p = 0.45). Conclusion Rapid intervention, performed by a qualified professional using EVA braces, proved to be effective for conservative treatment of CC in newborns.
  • Influence of the Microsoft Kinect® games on the motor and functional performance of a child with developmental coordination disorder Artigo Original

    Soares, Joyce Cristina Cândido; Moraes, Bárbara Letícia Costa de; Paz, Clarissa Cardoso dos Santos Couto; Magalhães, Lívia de Castro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Introdução Boa coordenação motora é essencial para que crianças sejam capazes de desempenhar diversas atividades cotidianas na escola, em casa e em outros ambientes sociais. Algumas crianças, no entanto, apresentam Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação (TDC) o que dificulta tais atividades. Abordagens de realidade virtual (RV) vêm sendo utilizadas em diversos contextos da reabilitação, com destaque para o uso de jogos baseados no movimento. Objetivo Investigar a influência do uso de jogos do Microsoft Kinect® sobre o desempenho motor e funcional de uma criança de 8 anos, com TDC, com treinamento individual. Método Antes e após o treino, a coordenação motora, o condicionamento físico, o equilíbrio e o desempenho funcional nas atividades selecionadas foram avaliados com uso do Questionário de Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação (DCDQ-Brasil), do Movement Assessment Battery for Children -2ª edição (MABC-2), do Perceived Efficacy and Goal Setting System (PEGS), da Medida Canadense de Desempenho Ocupacional (COPM) e do teste de caminhada de 2 minutos. Resultados A criança obteve ganho clinicamente significativo nos resultados da COPM, aumento na pontuação nos itens relacionados à habilidades motora grossa no DCDQ-Brasil, bem como melhora no condicionamento físico durante a intervenção, que não foram mantidos na fase pós-intervenção, sugerindo que jogos do Microsoft Kinect® devem ser melhor explorados como estratégia terapêutica para crianças com TDC. Conclusão As limitações do estudo de caso são discutidas com vistas a subsidiar estudos futuros.

    Abstract in English:

    Abstract: Introduction A good motor coordination is essential to children to be able to perform daily activities at school, at home, and in other social environments. However, some children have Developmental Coordination Disorder (DCD), which makes it difficult to perform these activities. As a new approach, virtual reality is being used in different rehabilitation contexts, with an emphasis on the use of motion-based games. Objective The aim of this case study was to investigate the influence of the use of Microsoft Kinect® games on the motor and functional performance of an eight years old child with DCD, trained individually. Method Pre and post-assessment of motor coordination, physical fitness, balance, and functional performance in selected activities were conducted using the Developmental Coordination Disorder Questionnaire (DCDQ-Brazil), the Movement Assessment Battery for Children, 2nd edition (MABC-2), the Perceived Efficacy and Goal Setting System (PEGS), the Canadian Occupational Performance Measure (COPM), and the 2-minute walk test. Results The child presented clinically significant gains in the COPM, increased scores on items related to gross motor skills in the DCDQ-Brazil, as well as improvement in physical conditioning during the intervention, which was not maintained in the post-intervention phase, suggesting that the use of Microsoft Kinect® games should be further explored as therapeutic strategy for children with DCD. Conclusion The limitations of the case study are discussed as a means to subsidize future studies.
  • The use of interactive games by children with Down syndrome Artigo Original

    Pelosi, Miryam Bonadiu; Teixeira, Pablo de Oliveira; Nascimento, Janaína Santos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução O brincar é fundamental para o desenvolvimento infantil e um importante recurso no trabalho com crianças, mas é importante considerar que os brinquedos e brincadeiras vêm se transformando e incluíram os jogos virtuais, que passaram a ser utilizados nos atendimentos de terapia ocupacional. Objetivo Analisar três plataformas e seis jogos virtuais, descrever a participação de crianças com síndrome de Down no uso de jogos interativos, identificar a plataforma mais acessível e a preferência das crianças. Método Trata-se de um estudo descritivo exploratório, com abordagem quantitativa, que contou com a participação de 13 crianças com síndrome de Down, com idades entre 10 e 13 anos, no uso de seis jogos interativos das plataformas Leap Motion, Nintendo Wii® e Timocco. Resultados Verificou-se que, em relação às variáveis de desempenho das crianças, a Plataforma Timocco alcançou as maiores médias, com diferenças estatisticamente significativas em: “saber o que fazer”, “respeitar a distância indicada para a plataforma”, “jogar com independência” e “desempenho dos jogadores”. A correlação entre as variáveis “desempenho dos jogadores” e a “demonstração de interesse” apresentou resultado significativo. Na avaliação das crianças sobre a plataforma e o jogo preferido, a escolhida foi a Timocco, com o jogo Falling fruits. As razões para a escolha incluíram o fato de o jogo ser divertido, a criança ter tido bom desempenho e ser fácil de jogar. Conclusão A plataforma Timocco apresentou maior média em todas as variáveis pesquisadas, apontando para a importância da realização de novos estudos em que os jogos da plataforma possam ser utilizados como recurso terapêutico ocupacional com crianças com síndrome de Down, com o objetivo de estimular o desenvolvimento da aprendizagem.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction Playing is fundamental for children's development and an important resource in working with children, but it is important to consider that toys and games have been transformed and the virtual games were included, which started to be used in Occupational Therapy. Objective To analyze three platforms and six virtual games, to describe the participation of children with Down syndrome in the use of interactive games and to identify the most accessible platform, and the preference of the children. Method This is an exploratory, descriptive study with a quantitative approach involving 13 children with Down syndrome, aged between 10 and 13 years old, using six interactive games from Leap Motion, Nintendo platforms Wii® and Timocco. Results In the children's performance variables, the Timocco Platform reached the highest averages, with statistically significant differences in: “knowing what to do,” “respecting the distance indicated for the platform,” “playing with independence,” and “players´ performance.” The correlation between the “players´ performance” and the “demonstration of interest” variables presented significant results. In children’s evaluation on the platform and the preferred game, Timocco was chosen, with the game called Falling fruits. The reasons for this choice included the fact that the game was fun, the child’s good performance and is easy to play. Conclusion The Timocco platform presented a higher average in all the variables studied, pointing to the importance of carrying out new studies in which the platform games can be used as an occupational therapy resource for children with Down syndrome, aiming to stimulate the development learning.
  • Adolescents, mental health and crisis: the story told by relatives Artigo Original

    Rossi, Lívia Martins; Cid, Maria Fernanda Barboza

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Introdução Estudos apontam que adolescentes têm apresentado maior vulnerabilidade para o desenvolvimento de problemas relacionados à saúde mental. Observa-se, no entanto, uma escassez de pesquisas que tratam da experiência do sofrimento psíquico nessa população, bem como da atenção à saúde mental direcionada aos adolescentes e seus familiares, incluindo a vivência da crise. Objetivo O objetivo do estudo foi identificar a compreensão de familiares de adolescentes usuários de um Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSij) sobre as situações de crise vivenciadas pelos adolescentes e sobre a trajetória percorrida em busca de cuidados. Método Participaram cinco familiares de adolescentes vinculados a um CAPSij, que concederam entrevistas abertas com base no método de história oral, cujos produtos foram posteriormente trabalhados por meio de análise temática. Resultados Os resultados indicam que a vivência da crise do adolescente faz emergir sentimentos de medo, perplexidade e culpa nos familiares. Entretanto, tal experiência também é apontada como motivo de maior vínculo entre ambos. Observou-se relatos que relacionam a crise do adolescente à vivência de adversidades familiares e, além disso, embora indiquem a ausência de internações psiquiátricas no processo de cuidado, revelam dificuldades nas trocas com os profissionais e serviços, que facilitem a compreensão da situação, ainda que reconheçam como positivo o apoio dos mesmos nos momentos críticos. Conclusão O estudo contribui apresentando a compreensão da crise pela voz dos familiares de adolescentes e identifica as percepções da experiência de cuidado nos serviços, reforçando a importância do lugar da família na atenção à saúde mental de adolescentes.

    Abstract in English:

    Abstract: Introduction Several studies indicate that adolescents are more vulnerable to the development of mental health problems. However, there is a lack of researches on the experience of psychic suffering and attention to mental health for adolescents and their families, including the experience of the mental health crisis. Objective The objective of this study was to identify the understanding of family members of adolescents of a Center for Psychosocial Child and Adolescent Care (CAPSij) about the crisis situations experienced by adolescents and the trajectory covered in the search for care. Method Five family members of adolescents linked to a CAPSij interviewed gave open interviews based on oral history, whose products were later worked through thematic analysis. Results The results indicate that the experience of the adolescent crisis causes feelings of fear, perplexity and guilt to the family. However, this experience is also pointed out as a reason for greater bonding between them. There were reports that relate the adolescent's crisis to the experience of family adversities and, besides, although they indicate the absence of psychiatric hospitalizations in the care process, they reveal difficulties in the exchanges with professionals and services, which could facilitate the understanding of the situation, even though they recognize their support in critical moments as positive. Conclusion The study contributes presenting the crisis understanding by the voice of the relatives of adolescents, and it also identifies the perceptions of care experience in the services, reinforcing the family importance in the attention to the mental health of adolescents.
  • The relationship between expressed emotion and sociodemographic variables, early stress and stress symptoms in informal caregivers of people with mental disorders Artigo Original

    Araujo, Angélica da Silva; Pedroso, Tássia Ghissoni

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução Mudanças geradas pela reforma psiquiátrica brasileira reaproximaram as pessoas com transtornos mentais de suas famílias, que passaram a ser responsáveis pela oferta de cuidados. Objetivo O objetivo deste estudo foi investigar a emoção expressa, o estresse precoce e os sintomas de estresse entre cuidadores informais de pessoas com transtornos mentais no momento da internação psiquiátrica. Método Participaram 112 cuidadores. Para coleta de dados foram utilizados quatro instrumentos: questionário sociodemográfico, Family Questionnaire – Versão Português do Brasil, Questionário sobre Traumas na Infância e Inventário de Sintomas de Estresse para adultos de Lipp. Foram realizadas análises estatísticas descritivas, bivariadas e de regressão logística. Os cuidadores foram avaliados com alta emoção expressa tanto no componente superenvolvimento emocional quanto no componente comentários críticos. Resultados O componente superenvolvimento emocional da emoção expressa foi significativamente associado com o estresse precoce e com a fase dos sintomas de estresse. O estresse precoce, a idade e a escolaridade dos cuidadores foram identificadas como variáveis preditoras de alta emoção expressa. Conclusão Esses resultados confirmam a relevância dessas variáveis para o planejamento de ações de assistência no contexto da saúde mental.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction Changes resulting in Brazilian psychiatric reform brought people with mental disorders closer to their families, who became responsible for the offer of care. Objective The aim of this study was to investigate the expressed emotion, the early stress, and the stress symptoms among informal caregivers of people with mental disorders at the time of psychiatric hospitalization. Method 112 caregivers participated. Four instruments were used to collect data: socio-demographic questionnaire, Family Questionnaire – Brazilian Portuguese Version (FQ-BPV), Childhood Trauma Questionnaire (CTQ) and Lipp Adult Stress Symptom Inventory (ISLL). Descriptive, bivariate and logistic regression analyses were performed. Caregivers were assessed with high emotion expressed both in the emotional over-involvement component and in the critical comments component. Results The emotional over-involvement component of expressed emotion was significantly associated with early stress and stage of stress symptoms. Early stress, age, and the education level of caregivers were identified as predictive variables of high expressed emotion. Conclusion These results confirm the relevance of these variables for the planning of care actions in the context of mental health.
  • Occupational performance of adolescents drug users Artigo Original

    Menezes, Ana Laura Costa; Pereira, Andrea Ruzzi

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução A adolescência é uma fase na qual considera-se que os indivíduos podem estar expostos às situações de vulnerabilidade, entre elas o uso de drogas. Estas substâncias alteram o comportamento e a cognição comprometendo o desempenho ocupacional. Objetivo Descrever e analisar o desempenho ocupacional de adolescentes do sexo feminino, nos períodos anterior, durante e após a interrupção do uso de drogas. Método Estudo qualitativo exploratório realizado em uma instituição para o cuidado de adolescentes do sexo feminino que faziam uso abusivo de drogas, localizada no interior de Minas Gerais. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada elaborada pelas autoras com questões referentes ao desempenho ocupacional nas diversas ocupações, antes e durante o uso de drogas, durante o acompanhamento na reabilitação, fatores de risco para o uso, idade de início do uso e fatores associados à reabilitação. Utilizou-se a análise de conteúdo temático-categorial. Resultados Participaram do estudo oito adolescentes do sexo feminino, com idade entre 13 e 18 anos. Os dados apontaram que o uso de drogas compromete o desempenho ocupacional de adolescentes em todas as ocupações, com ênfase na execução de atividades típicas dessa faixa etária, como educação, lazer e atividades de vida diária. Conclusão Espera-se que esse estudo possa contribuir como subsídio para profissionais que atuam com adolescentes usuários de drogas, por identificar os prejuízos no desempenho ocupacional devido a tal uso e com isso intervir junto a essa população.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction Adolescence is a phase in which individuals could be exposed to situations of vulnerability, such as drug use. These substances alter behavior and cognition, compromising their occupational performance. Objective To describe and analyze the occupational performance of female adolescents in the periods before, during and after the interruption of drug use. Method An exploratory qualitative study carried out in an institution for the care of female adolescents who used drugs abusively, located in the interior of Minas Gerais. Data were collected through a semi-structured interview elaborated by the authors with questions related to occupational performance in the various occupations, before and during drug use, during rehabilitation follow-up, risk factors for use, age of onset of use, and factors associated with rehabilitation. We used thematic-categorial content analysis. Results Eight female adolescents, aged between thirteen and eighteen, participated in the study. The data indicated that the use of drugs compromises the occupational performance of adolescents in all occupations, with emphasis on activities typical of this age group, such as education, leisure, and activities of daily living. Conclusion This study may contribute as a subsidy to professionals who work with adolescent drug users since they can detect the impairments in occupational performance due to such use and thus intervene with this population.
  • Meditation: critical analysis of the experience of young university students in their daily life and health Artículo Original

    Fernández, Karen; Kühn, Josie; López, Camila; Moraga, Millicent; Ortega, Pilar; Morrison, Rodolfo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução A meditação tem sido uma prática estudada sob diferentes perspectivas, principalmente em saúde, mas pouco em metodologias qualitativas que explicam os processos subjetivos de mudança na vida cotidiana. Objetivo O presente estudo apresenta os significados que um grupo de estudantes atribui a uma prática de meditação na relação com a sua vida cotidiana. Metódo A partir de uma metodologia qualitativa, avaliou-se a experiência de estudantes universitários que participaram de um Curso de Formação Geral onde foram conduzidas 10 sessões de meditação. A coleta de dados foi feita a partir de entrevistas semiestruturadas, juntamente com a revisão de registros pessoais nos quais os alunos apontavam suas experiências após a realização de cada sessão de meditação. Resultados A prática da meditação pelos alunos apresentou implicações no seu nível pessoal, nas relações interpessoais e na participação social, desta forma permitindo correlacionar a meditação ao bem-estar gerado a curto e médio prazos. Contribuiu também para a melhora no que diz respeito a: autocuidado, autoconhecimento, mudança na autopercepção, na percepção com relação aos outros e na realidade social, favorecendo assim ações transformadoras nestas áreas. Conclusão A meditação permite uma pausa na vida cotidiana, favorecendo pensamento um crítico sobre sua realidade e, ao ser complementado com outras estratégias utilizadas pela Terapia Ocupacional, poderia contribuir aos diversos processos de intervenção, assumindo um papel facilitador para transformação da própria vida e da realidade social.

    Abstract in Spanish:

    Resumen Introducción La meditación ha sido una práctica estudiada desde diferentes perspectivas, en especial desde la salud, pero poco desde metodologías cualitativas que den cuenta de los procesos subjetivos de cambio en la vida cotidiana. Objetivo El presente estudio pretende dar cuenta de los significados que un grupo de estudiantes atribuye a la práctica de la meditación en relación a su vida cotidiana. Metódo Desde una metodología cualitativa, se indaga en la experiencia de estudiantes universitarios que participaron en un Curso de Formación General en el cual se realizaron 10 sesiones de meditación. La recolección de datos se realiza a partir de entrevistas semiestructuradas, junto con la revisión de bitácoras personales en las que relatan su experiencia tras cada sesión. Resultados La práctica de la meditación tuvo implicancias en los ámbitos: personal, relacional y societal, destacando el bienestar que genera la meditación en el corto y mediano plazo, aportando al autocuidado, al autoconocimiento y al cambio de perspectiva respecto a sí mismos, a los otros y a la realidad social, favoreciendo acciones transformadoras en estos ámbitos. Conclusión La meditación realizó un quiebre en la vida cotidiana de estos sujetos, experiencia que habría favorecido un pensamiento crítico respecto a su realidad, lo que siendo complementado con otras estrategias desde la terapia ocupacional, podría contribuir a los procesos de intervención asumiendo un rol facilitador para la transformación de la propia vida y de la realidad social.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction Meditation has been a practice studied from different perspectives, especially from health, but little from qualitative methodologies that account for the subjective processes of change in everyday life. Objective The following study pretends to get to know the meaning that a group of students attributes to the use of meditation in their daily life. Method From a qualitative methodology, there is an investigation in the experience of university students who participated in a general training course in which ten meditation meetings were held. The recollection of data was done from semi-structured interviews to the participants, with the review of personal binnacles in which they reported their experience in every meditation. Results The meditation practice had implications in the personal, relational and societal areas, emphasizing the well-being that the meditation generates in the short and medium-term, contributing to self-care, to self-knowledge and the change of the perspective on themselves, on others and the social reality, favoring the transforming actions in these areas. Conclusion The meditation generates a rupture in the subject’s daily life, experience that would have favored their critical thinking regarding their reality, which is complemented with other strategies from occupational therapy could contribute to the intervention processes, assuming a facilitating role for the transformation of individual life and social reality.
  • An occupational therapy community of practice within pediatric acute care: fostering professional, social and cultural capital in resource challenged settings Original Article

    Galheigo, Sandra Maria; Braga, Claudia Pellegrini; Magalhães, Lilian; Kinsella, Elizabeth Anne

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Introdução A necessidade de abordar a forma como o conhecimento profissional é produzido tem levado estudiosos de terapia ocupacional a defenderem a criação de comunidades de prática (CoP) nas quais os profissionais podem encontrar um ambiente facilitador para engajar-se em processos reflexivos, compartilhar coletivamente seus conhecimentos e desenvolver o conhecimento sobre a prática profissional. CoPs podem resultar no desenvolvimento do capital social através do fortalecimento de suas conexões sociais dos profissionais e aprimorar seu capital cultural, ao favorecer modos de reflexão e troca de conhecimento. Objetivo Este artigo apresenta os resultados de um projeto de pesquisa-ação referente à criação de uma CoP com o objetivo de implementar e examinar suas possibilidades entre terapeutas ocupacionais que trabalham junto a crianças hospitalizadas em um contexto brasileiro. Método Esta pesquisa-ação envolveu nove terapeutas ocupacionais em 10 reuniões presenciais e em interação virtual por meio de uma plataforma de software de aprendizagem virtual. Os encontros da CoP foram gravados, transcritos e codificados. O método hermenêutico-dialético foi utilizado como base para interpretar os resultados. Resultados Foram identificados cinco grandes temas referentes às oportunidades produzidas pela CoP nesse contexto: (i) engajamento dialógico; (ii) oportunidades reflexivas; (iii) sentido de pertencimento; (iv) afirmação da identidade profissional; (v) cultivo do conhecimento da prática profissional. Conclusão O desenvolvimento de uma CoP na terapia ocupacional pode ser uma estratégia proveitosa de cultivar o capital profissional, social e cultural entre os terapeutas ocupacionais que trabalham em contextos desafiadores.

    Abstract in English:

    Abstract: Introduction The need to address the way professional knowledge is produced and delivered, has led some occupational therapy scholars to advocate for the creation of communities of practice (CoP) where practitioners may find a generative environment to engage in reflection with others, to collectively share their knowledge, and to develop professional practice knowledge. CoPs may result in the development of social capital by strengthening practitioners’ social connections and advance cultural capital by improving collaborative forms of reflection and knowledge exchange. Objective This article presents findings from a participatory action research project regarding the creation of a (CoP) with the aim to implement and examine its affordances among pediatric occupational therapists working in acute care in a Brazilian context. Method This participatory action research involved nine occupational therapists in 10 face-to-face meetings and in virtual interaction through an e-learning software platform. The community of practice group sessions were recorded, transcribed and coded. The hermeneutic and dialectic method was used as the basis for interpreting the results. Results Five major themes concerning the affordances of the Occupational Therapy CoP in this context were identified: (i) dialogic engagement; (ii) reflective opportunities; (iii) a sense of belonging; (iv) affirming professional identity; (v) cultivating professional practice knowledge. Conclusion Developing a CoP in occupational therapy may be a fruitful way to cultivate professional, social and cultural capital amongst occupational therapists who work in resource challenged settings.
  • Transcending the problem: perceptions of mothers and children about the impact of developmental coordination disorder in everyday life Artigo Original

    Medeiros, Carolline Cristinne Morais de; Buffone, Flávia Regina Ribeiro Cavalcanti; Schochat, Eliane; Araújo, Clarice Ribeiro Soares

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução A maior parte da população é capaz de executar movimentos e atividades cotidianas com relativa competência. É bem documentado na literatura o perfil de algumas crianças que têm muita dificuldade para realizar atividades consideradas típicas da infância. Crianças com transtorno do desenvolvimento da coordenação (TDC) demonstram prejuízo acentuado no desenvolvimento das habilidades motoras, com possíveis repercussões na saúde física e mental. Objetivo Investigar as percepções da díade mãe-criança sobre os prováveis impactos do TDC no desempenho ocupacional das crianças e no dia a dia da família; explorar as relações existentes entre as ocupações, habilidades e ambiente; investigar a influência do transtorno no autoconceito e autoeficácia das crianças. Método Trata-se de um estudo exploratório de corte transversal, de abordagem qualitativa que contou com a participação de 3 mães e 3 crianças. A análise dos dados foi feita por análise de conteúdo. Resultados Duas categorias emergiram: oportunidades de brincar e de fazer e impactos na escola. As mães percebem as dificuldades relacionadas ao desempenho das ocupações das crianças, principalmente nas atividades escolares. Algumas questões do contexto social foram identificadas pelas mães como balizadoras das oportunidades de brincar de suas crianças. As crianças compreendem que têm algumas dificuldades e uma delas identifica problemas na relação com os colegas. Conclusão Acredita-se que o estudo possa contribuir para reforçar a necessidade de reconhecimento do TDC e sua co-ocorrência com dificuldades de aprendizagem como um problema persistente e impactante no cotidiano de crianças e suas famílias, e a importância de fatores ambientais como mediadores da oferta de oportunidades de brincar das crianças.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction Most of the population can carry out daily activities with competence. The profile of some children who have difficulty doing typical activities of childhood is well documented in the literature. Children with developmental coordination disorder (DCD) demonstrate a marked effort in the development of motor skills, with possible repercussions on mental health. Objective To investigate the perceptions of mothers and their children about the impacts caused by DCD on everyday life; to explore the relations between the occupations, skills, and the environment; to investigate potential influences of the disorder on children’s self-concept and self-efficacy. Method This is an exploratory cross-sectional study with a qualitative approach involving three mothers and three children. Data were analyzed using content analysis. Results Three categories emerged: play and doing opportunities and impacts in school activities. Mothers perceived difficulties on occupational performance of their children, especially in school activities. Social context's characteristics are related to the offer of play opportunities for the children. The children understand that they have some difficulties, and one child identifies peer problems. Conclusion This study can highlight the importance of the recognition of DCD and its co-occurrence with learning disability as a persistent problem that affects children’s and their families’ everyday life, and the role of environmental factors on the opportunities children have to play.
  • Aspects of the whole care for people in street followed by health and social assistance services: a look at and for occupational therapy Artigo Original

    Mota, Fernanda Oliveira; Fonseca, Rafaela Maria Alves Martins; Santos, Josenaide Engracia dos; Gallassi, Andrea Donatti

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução A população que (sobre)vive nas ruas se caracteriza, muitas vezes, pela ruptura dos vínculos sociais e pelo uso de drogas, necessitando de cuidados de saúde e de assistência social. Objetivo Identificar e analisar as percepções dos profissionais terapeutas ocupacionais e dos usuários sobre a atuação e especificidade da terapia ocupacional junto às pessoas em situação de rua atendidas pelo Centro de Atenção Psicossocial álcool e drogas (CAPS-ad III) e pela Unidade de Acolhimento (UA). Método Trata-se de um estudo exploratório, de abordagem qualitativa, realizada a partir de entrevistas semiestruturadas com três terapeutas ocupacionais e cinco usuários de um CAPS-ad III do Distrito Federal e da UA referenciada por este CAPS-ad III; os dados foram analisados a partir do método de Análise de Conteúdo. Resultados Os dados foram organizados em três categorias temáticas: (1) uso de drogas, a situação de morador de rua e o tratamento no CAPS-ad III; (2) o cotidiano de atuação da terapia ocupacional; e (3) terapia ocupacional e reinserção social. Conclusão A terapia ocupacional atua com população em situação de rua com olhar para o cotidiano e desempenho de Atividades de Vida Diária (AVD), trabalhando na perspectiva da Redução de Danos como forma de buscar uma maior qualidade de vida dos usuários. Torna-se necessário levar espaços de saúde e de assistência social para o contexto do usuário, realizar ações extrapolando o espaço físico do CAPS-ad e colocando o usuário como participante ativo desse processo.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction The population that lives (survive) on the streets is often characterized by the rupture of social ties and the use of drugs, necessitating health care and social assistance. Objective To identify and analyze the perceptions of the occupational therapist professionals and the users about the performance and specificity of the occupational therapy with the street people assisted by the community-based drug treatment service (CAPS-ad III) and the Embracement Unit (EU). Method This is an exploratory and qualitative study based on semi-structured interviews with 3 occupational therapists and 5 users of a CAPS-ad III from the Federal District and the Embracement Unit (EU) referenced by this CAPS-ad III; the data were analyzed using analysis content. Results The data were organized into three thematic categories: (1) drug use, homelessness and treatment in CAPS-ad III; (2) the daily routine of Occupational Therapy; (3) Occupational Therapy and Social Integration. Conclusion The Occupational Therapy acts with the population in a street situation with a look at the daily life and performance of Activity of Daily Living (ADL), working in the perspective of Harm Reduction as a way to seek a higher quality of life of users. It is necessary to take care spaces and social assistance to the user context, to take actions extrapolating the physical space of CAPS-ad and placing the user as an active participant in this process.
  • Descriptive analysis of burnout dimensions: a study about the work of young learning Artigo Original

    Souza, Marina Batista Chaves Azevedo de; Helal, Diogo Henrique; Paiva, Kely César Martins de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Introdução A literatura indica que jovens são mais suscetíveis a vivenciarem pressão e estresse no trabalho e apontam que essa população é mais inexperiente, tem dificuldade de controlar sua atividade laboral e de desenvolver papéis de agente. Assim, é importante pensar sobre o trabalho de jovens e os sofrimentos mentais que podem acarretar em patologias ou transtornos comportamentais do trabalho. Objetivo Investigar o burnout analisando como estão configuradas a realização profissional, exaustão emocional e despersonalização no trabalho de jovens trabalhadores. Método A pesquisa é exploratória, descritiva, de campo, quantitativa e com utilização de análise estatística descritiva uni e bivariada para analisar as respostas obtidas através do Inventário Maslach Burnout (MBI). Resultados Através do MBI, aponta-se que os jovens apresentam altos níveis de realização profissional, o que parece incentivar índices de baixo a médio nas dimensões da exaustão emocional e despersonalização. Embora o burnout não tenha sido identificado, os comportamentos de risco experimentados por jovens são notáveis através dos valores máximos encontrados nas dimensões do inventário. Conclusão A pesquisa não identificou resultados semelhantes com estudos atuais sobre burnout e jovens, indicando a necessidade de propor métodos de mensuração quantitativos mais específicos e pesquisas com abordagens qualitativas para melhor compreensão das idiossincrasias de jovens trabalhadores brasileiros. A existência de jovens que responderam valores altos para exaustão emocional ou despersonalização, indica que é necessária a reflexão sobre a individualidade desses trabalhadores, assim como os fatores subjetivos do trabalho que influenciam diretamente na vida do jovem e no seu desenvolvimento nas atividades das empresas.

    Abstract in English:

    Abstract: Introduction The literature indicates that young workers would be more susceptible to situations of pressure or stress that shake the human psyche, since this public is indicated as being more prone to oppressive and violent circumstances at work. Thus, the onset of suffering from work is frequent, leading to work-related pathologies or behavioral disorders related to work. Objective To describe the dimensions of burnout syndrome discussed by the Maslach model in the context of young workers. Method Characterized as exploratory, descriptive, field, quantitative, and using uni and bivariate descriptive statistical analysis to evaluate the responses obtained through the Maslach Burnout Inventory (MBI). Results Through the MBI, it is pointed out that young people present high levels of professional achievement, which seems to encourage them to have low to medium indices also in the dimensions of emotional exhaustion and depersonalization. Yet, although burnout syndrome itself has not been found, risky and propensity behaviors experienced by young people are remarkable. Conclusion The present research did not identify similar results with current and more accessible studies on the subjects, which indicates the need for new research on the subject, in order to identify peculiar characteristics of the study population and to propose methods of measurement more specific and indicated to this context. The results indicate the need for intervention in companies in order to allow greater enrichment of the activities developed by young people, avoiding the emergence of situations that may lead to suffering at work.
  • Occupational therapists inclusion in the ‘Sistema Único de Assistência Social’ (Brazilian Social Police System): official records on our route Artigo Original

    Oliveira, Marina Leandrini de; Pinho, Roberta Justel do; Malfitano, Ana Paula Serrata

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução Embora a assistência social seja um campo de atuação histórico do terapeuta ocupacional no país, somente em 2011 a profissão foi reconhecida como uma das categorias profissionais habilitadas a atuar nas equipes de referência e/ou gestão dos serviços socioassistenciais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Assim, é relevante identificar e compreender as características dessa inserção, contextualizada na atuação desse profissional nas políticas sociais. Objetivo Descrever e caracterizar a inserção de terapeutas ocupacionais no SUAS, no período 2011-2016, com base em dados oficiais. Método Trata-se de estudo descritivo realizado a partir de dados secundários obtidos pelo Censo SUAS. Os dados foram extraídos selecionando a categoria terapeutas ocupacionais e as respectivas variáveis disponíveis no levantamento. Realizou-se análise descritiva por frequência simples. Resultados Em 2016 havia 1.323 terapeutas ocupacionais oficialmente registrados como atuantes nos diferentes serviços do SUAS. Entre 2011-2016 identificou-se características predominantes homogêneas dos profissionais em relação à região de maior prevalência (sudeste), carga horária de trabalho (20 a 30 horas/semana), gênero (feminino) e função exercida (componente da equipe técnica). Ressalta-se, porém, variação do vínculo empregatício entre as diferentes unidades socioassistenciais (entre servidores estatutários e celetista do setor privado). Conclusão Constatou-se um aumento de terapeutas ocupacionais atuando na assistência social, requerendo contínua organização da profissão para atender tal demanda. É imperativo demonstrar a capacidade técnico-profissional nestes espaços, além de abarcar uma formação acadêmica adequada para atuação neste contexto.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction Although the social service is the historical action field of the occupational therapist in Brazil, only in 2011, the profession was recognized as one of the qualified professional categories to act in reference teams and/or social services management of the Brazilian Public Social Service System – SUAS. Thus, it is relevant to identify and understand the characteristics of such insertion, in the context of the action of such professionals in social policies. Objective To describe and characterize the insertion of the occupational therapist in the SUAS, from 2011 to 2016, based on official data. Method It is a descriptive study performed from secondary data obtained by the SUAS Census. The data were extracted selecting the category of occupational therapists and the respective variables available in the survey. We used a descriptive analysis by simple frequency. Results In 2016, there were 1.323 occupational therapists officially registered working in the different services provided by the SUAS. From 2011 to 2016, homogeneous characteristics were identified as predominant in the professionals regarding the region of higher prevalence (Southeast), workload (20-30 hours/week), gender (female), and function (member of the technical team). However, there is a variation in the employment type among the different social service units (from civil servants to employees from the private sector). Conclusion An increase in occupational therapists working in social service was verified, and the organization is required from the profession to meet such demand. It is very important to demonstrate the technical-professional capacity in these spaces, as well as to include an appropriate academic education to perform in this context.
  • Substance use to enhance occupational performance and experience: a critical interpretive synthesis Review Article

    Kiepek, Niki; Beagan, Brenda; Phelan, Shanon

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução O uso de substâncias, como uma ocupação, é tipicamente retratado como problemático e alvo de intervenção e remediação da terapia ocupacional. Ao mesmo tempo, substâncias psicoativas podem ser usadas para melhorar o humor, a cognição, o desempenho ocupacional e/ou a experiência, sendo, contudo, uma perspectiva que está muito ausente nos estudos de ocupação. Objetivo Examinar o uso de substâncias em relação ao aprimoramento da ocupação, com base na noção teórica de realismo agencial. Essa teoria sugere que, no mundo social, a 'realidade' não é um fato objetivo, estável e previsível, mas sim continuamente produzido e reproduzido, através do fazer e do tornar-se intra-ativo. Método Uma síntese interpretativa crítica integrativa selecionada da literatura, conforme conduzida. A análise está focada na síntese de literatura sobre uso de substâncias e aprimoramento da ocupação. Resultados A ocupação não existe independentemente do que está sendo feito, mas também do “tornar-se”. Às vezes, o uso de uma substância é em si uma ocupação - tomar um drink ou sair para tomar um café. Às vezes, usar uma substância significa um meio de melhorar outra ocupação - tomar medicamentos para disfunção erétil para melhorar o sexo ou anfetaminas para melhorar o estudo. Às vezes, o uso de uma substância altera simplesmente a experiência de uma ocupação - usar cannabis ou psicoativos para melhorar a experiência de ouvir música. Conclusão A adoção de um foco na ocupação pode incentivar novas maneiras de entender o uso de substâncias e o que constitui uma qualidade de vida ideal e experiências significativas. Também pode facilitar uma melhor compreensão de como as pessoas empregam meios alternativos e não substanciais para alcançar os resultados ocupacionais desejados.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction Substance use, as an occupation, is typically portrayed as problematic and the target of occupational therapy intervention and remediation. At the same time, psychoactive substances may be used to enhance mood, cognition, occupational performance, and/or experience, a perspective that is largely absent from occupation scholarship. Objective We examine substance use in relation to the enhancement of occupation, drawing on the theoretical notion of agential realism. This theory suggests that in the social world ‘reality’ is not so much objective fact, stable and predictable, but rather continuously produced and reproduced, through doing and intra-active becoming. Method A selected integrative, critical interpretive synthesis of the literature was conducted. The analysis is focused on synthesizing literature about substance use and enhancement of occupation. Results Occupation does not exist independent of the doing, but also in ‘becoming’. Sometimes using a substance is in itself an occupation – having a drink, or going out for coffee. Sometimes using a substance is a means to enhance another occupation – taking erectile dysfunction medication to improve sex, or amphetamines to improve studying. Sometimes using a substance simply alters the experience of an occupation – using cannabis or psychedelics to enhance the experience of listening to music. Conclusion Adopting a focus on occupation may encourage novel ways of understanding substance use and what constitutes optimal quality of life and meaningful experiences. It may also facilitate better understandings of how people employ alternative, non-substance means to achieve desired occupational outcomes.
  • Social participation in occupational therapy: what are we talking about? Artigo de Revisão

    Silva, Ana Cristina Cardoso da; Oliver, Fátima Corrêa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Este artigo apresenta os resultados de revisão sistemática, que visou investigar como pesquisadoras da terapia ocupacional brasileira conceituam participação social e quais referenciais teóricos são utilizados ou produzidos na área para discutir sobre esse conceito. A revisão constituiu-se de busca pelas produções bibliográficas de terapeutas ocupacionais brasileiros disponíveis online em periódicos da área, na LILACS e SciELO. Foram identificados 481 artigos e, a partir da leitura exploratória e seletiva, considerou-se 31 artigos para análise descritiva, crítica e interpretativa, que tratam de pesquisas exploratórias e estudos de reflexão/ensaio e de caso, relatos de experiência e revisão bibliográfica. As pesquisadoras apresentaram pluralidade na definição e entendimento sobre a participação social, todavia ainda há pouca clareza sobre essas diferentes formas de abordar o conceito, o que pode ser justificado pela inexistência ou escassez de melhor fundamentação teórica-conceitual. Outros termos, como: “participação”; “participação sociocultural”; “participação comunitária” e “participação política” foram utilizados como sinônimos de participação social. Essa variação no uso dos termos também decorreu dos diferentes campos de atuação nos quais os estudos foram realizados e dos referenciais teóricos utilizados. Alguns artigos não definiram participação social, mesmo que o conceito tenha sido objeto de investigação e/ou de análise. Todavia, empregaram referências que ajudam a compreender como seus autores entendem a participação social. Assim como em outros campos de conhecimento, a terapia ocupacional apresenta uma multiplicidade de definições ou noções do conceito que é influenciada por diferentes ciências e disciplinas, o que também revela consensos e divergências.

    Abstract in English:

    Abstract This article presents the results of a systematic review, which aimed to investigate how researchers of Brazilian occupational therapy conceptualize social participation and which theoretical references are used or produced in the area to discuss this concept. The review consisted of searching the bibliographic productions of Brazilian occupational therapists available online in journals of the area, in LILACS and SciELO. There were 481 articles identified and, based on the exploratory and selective reading, 31 articles were considered for descriptive, critical and interpretive analysis, dealing with exploratory research and reflection/essay and case studies, experience reports, and bibliographic review. Researchers presented plurality in the definition and understanding of social participation; however, there’s still no clarity about these different ways of approaching the concept, which can be justified by the inexistence or lack of a better theoretical-conceptual foundation. Other terms, such as “participation”; “sociocultural participation”; “community participation” and “political participation” were used as synonyms of social participation. This variation in the use of terms also resulted from the different fields of action in which the studies were carried out and from the theoretical references used. Some articles did not define social participation, even if the concept was the subject of research and/or analysis. However, they used references that help understand how their authors understand social participation. As in other fields of knowledge, occupational therapy presents a multiplicity of definitions or notions of the concept that is influenced by different sciences and disciplines, which also reveals consensus and divergence.
  • Music therapy in patients with disorders of consciousness: an integrative review Artigo de Revisão

    Santos, Thanires Rafaele Menezes Soares dos; Cavalcante, Tamires Barradas; Silva, João Ferreira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução A terapia com música é amplamente utilizada para tratamento e assistência em várias doenças, incluindo distúrbios da consciência, demência, acidente vascular cerebral, distúrbios psiquiátricos, Parkinson, dor de origens diversas, entre outros. Sabe-se que ouvir música influencia o humor e a excitação, o que pode melhorar o desempenho em uma variedade de tarefas cognitivas. Objetivo Analisar as informações disponíveis na literatura sobre as evidências científicas do uso da música como recurso terapêutico. Método Trata-se de uma revisão integrativa com buscas de artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais indexados nas bases de dados e banco de revistas: Pubmed, Cinahl, Web of Science e SciELO, entre dezembro/2017 e janeiro/2018. Utilizou-se os descritores “música” e “distúrbios da consciência” de forma associada em português, inglês e espanhol. Resultados Foram selecionados 14 estudos heterogêneos, porém com boa qualidade metodológica, dentre os quais se destacam estudos intervencionais e observacionais com grau de recomendação A. Conclusão O estudo concluiu haver na literatura científica algumas evidências da efetividade e da eficácia da terapia musical no tratamento e avaliação de pessoas em coma, estados minimamente conscientes e estado vegetativo persistente.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction Music therapy is widely used for treatment and care in various diseases including disorders of consciousness, dementia, stroke, psychiatric disorders, Parkinson's disease, pain of several origins among others. It is known that listening to music influences mood and arousal, which can improve performance on a variety of cognitive tasks. Objective To analyze the information available in the literature about scientific evidences of the use of music as a therapeutic resource. Method This is an integrative review with search of articles published in national and international journals indexed in databases and journal banks: Pubmed, Cinahl, Web of Science and SciELO, between December/2017 and January/2018. We used the descriptors “music” and “disorders of consciousness” in Portuguese, English and Spanish. Results We selected 14 heterogeneous studies with good methodological quality, among which we highlight interventional and observational studies with a degree of recommendation A. Conclusion The study concludes to exist some evidence in the scientific literature about the effectiveness and efficacy of music therapy in the treatment and evaluation of people in coma, minimally conscious states and persistent vegetative state.
  • Interventions of Occupational Therapy with people with multiple sclerosis: literature integrative review Artigo de Revisão

    Campos, Luana Aparecida Barbosa; Toldrá, Rosé Colom

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Introdução A esclerose múltipla é uma doença autoimune, desmielinizante mais comum do sistema nervoso central, que afeta principalmente adultos e causa impactos significativos no desempenho ocupacional e na participação social. Objetivo Analisar e sistematizar o conhecimento produzido pela terapia ocupacional relacionado às intervenções com pessoas com esclerose múltipla, no período entre 2012 e 2017. Método Revisão integrativa da literatura tendo como fonte de busca as bases de dados Scientific Eletronic Library Online, Biblioteca Virtual em Saúde, National Library of Medicine, National Institutes of Health of United States e os periódicos nacionais: Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional, Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo e Revista Internacional Brasileira de Terapia Ocupacional. Resultados Foram identificadas publicações em quinze periódicos diferentes, sendo apenas dois artigos nacionais e vinte estrangeiros. Os artigos foram classificados nas seguintes temáticas: Intervenção Individualizada/Autogestão, Intervenção Domiciliar, Uso da Tecnologia para Intervenção, Intervenção Grupal e Intervenção Centrada no Cliente. Os estudos apontam diversidade de intervenções na forma individual, grupal, curso, com uso de videoconferência e videogame, no contexto domiciliar e de trabalho. Conclusão As intervenções desenvolvidas pelos profissionais apontam diminuição dos sintomas, melhora da funcionalidade, maior conhecimento das potencialidades, autocontrole, autocuidado e promoção da qualidade de vida. O estudo contribui para maior divulgação e, consequentemente, maior reconhecimento da efetividade das práticas da terapia ocupacional, indicando a necessidade de pesquisas no âmbito nacional, visto a escassez de artigos publicados no Brasil sobre a temática.

    Abstract in English:

    Abstract: Introduction Multiple sclerosis is a more common autoimmune, demyelinating disease of the central nervous system, which affects mainly adults and causes significant impacts on occupational performance and social participation. Objective To analyze and systematize the knowledge produced by Occupational Therapy related to interventions in people with multiple sclerosis, between 2012 and 2017. Method Integrative literature review using the Scientific Electronic Library Online databases, Virtual Health Library, National Library of Medicine National Institutes of Health of United States, and the national journals: Brazilian Journal of Occupational Therapy, Journal of Occupational Therapy University of São Paulo and Brazilian International Journal of Occupational Therapy. Results Publications were identified in fifteen different journals, being only two national articles and twenty foreign ones. The articles were classified in the following themes: Individualized Intervention / Self-Management, Home Intervention, Use of Technology for Intervention, Group Intervention and Client-Centered Intervention. The studies indicate the diversity of interventions in the individual, group, course, with the use of videoconference and videogame, in the home and work context. Conclusion The interventions developed by the professionals indicate a decrease in symptoms, improvement of functionality, and greater knowledge of potentialities, self-control, self-care, and promotion of quality of life. The study contributed to greater dissemination and, consequently, greater recognition of the effectiveness of Occupational Therapy activities and indicated the need for national research, given the scarcity of articles published in Brazil on the subject.
  • Contributions of game therapy for cognitive skills of an adolescent with cerebral palsy Relato de Experiência

    Dias, Thiago da Silva; Conceição, Karoline Faro da; Oliveira, Ana Irene Alves de; Silva, Rafael Luiz Morais da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo visa analisar as contribuições da gameterapia para as habilidades cognitivas de um adolescente com paralisia cerebral. Esta pesquisa é baseada em um método de estudo de caso, na qual foi utilizado o software Desenvolve® para comparar as habilidades cognitivas do sujeito antes e após 10 sessões de gameterapia utilizando cinco minijogos do jogo Big Brain Academy: Wii Degree. Observou-se progressão nos escores em 10 dentre as 19 habilidades cognitivas avaliadas. Houve progressão em cinco habilidades diretamente estimuladas pelos jogos utilizados. Com relação ao escore total, houve progressão de 73,69% para 90,89%. Desse modo, verificou-se ganhos nas habilidades cognitivas do sujeito após as sessões de gameterapia. Além disso, o participante se mostrou mais engajado e motivado para participar da terapia, bem como, conseguiu melhorar a jogabilidade no vídeo game, o qual faz parte de uma atividade recorrente no seu cotidiano e significativa para ele.

    Abstract in English:

    Abstract This study aims to analyze the contributions of game therapy for cognitive skills of an adolescent with cerebral palsy. This research is based on a case study method, in which the software Desenvolve® was used to compare the participant’s cognitive skills before and after 10 game therapy sessions using five minigames from the videogame Big Brain Academy: Wii Degree. We found a percentage increase in the participant’s scores regarding 10 out of 19 cognitive skills that had been assessed. Five of these skills had been directly stimulated through the intervention. Regarding the total score, we found a percentage increase from 73.69% to 90.89%. Therefore, the study subject showed improvement in cognitive skills after the game therapy sessions. In addition, the subject became more engaged and motivated during the treatment period and achieved a better performance in the videogame, which is considered part of his daily life and a meaningful activity to him.
  • The waiting room: a possibility of intervention in Workers’ Health Relato de Experiência

    Rossi da Silva, Talita Naiara; Melo, Valeska Martins Amaral; Silva, Thays Cristine; Pinheiro, Tarcísio Márcio Magalhães; Maciel da Silva, Jandira; Alves, Gisele Beatriz de Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução Este trabalho relata a experiência da reconfiguração da sala de espera de um serviço público de Atenção à Saúde do Trabalhador vinculado a um Hospital Universitário. Objetivo As ações realizadas tiveram como objetivo transformar o momento de espera em uma oportunidade para o desenvolvimento de ações de educação em saúde, promovendo a reflexão sobre o trabalho e o processo de saúde-doença a partir do favorecimento das interações entre usuários. Buscou-se ainda contribuir para ampliar o protagonismo desses em relação ao cuidado com a própria saúde e transcender a ações de assistência oferecendo intervenções mais diversas no serviço. Método O projeto na sala de espera foi estruturado em duas etapas: revisão de literatura sobre saúde do trabalhador e sala de espera e desenvolvimento e implementação da proposta de reconfiguração. Resultados O ponto de partida foi o levantamento de opiniões sobre a sala de espera, realizado por meio de entrevistas estruturadas com 52 usuários, acompanhantes, servidores e estagiários do serviço. 71,2% dos participantes responderam positivamente que mudariam algo na sala de espera. A proposta final considerou as possibilidades do ambiente e do serviço, as sugestões dos entrevistados e os propósitos da reconfiguração da sala de espera. Houve a modificação do layout das cadeiras e foram realizados grupos de discussão sobre saúde e trabalho com os usuários. Conclusão Espera-se com a divulgação desse processo ressaltar as potencialidades da sala de espera e incentivar a utilização desse espaço para o desenvolvimento de ações em outros serviços de saúde do trabalhador.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction This study reported the experience of the reconfiguration of the waiting room of a Workers’ Health Care public service linked to a University Hospital. Objective The actions taken had the objective of transforming the waiting time for the development of health educational interventions, fostering the reflection on the work and the health-illness process by favoring users interactions. The intention was also to enhance their protagonism towards their health and to transcend the assistance actions offering a more diverse set of courses of action in the service. Method The waiting-room project was structured in two phases: literature review on the worker´s health and the waiting room and development and implementation of the reconfiguration proposal. Results In this phase, the starting point was the collecting of opinions about the waiting room that was held by structured interviews with users, companions, employees, and interns of the service. In 52 people interviewed, 71.2% answered that they would positively change something in the waiting room. The final elaborated proposal considered the possibilities of the environment and the service and the suggestions of the interviewees and the purposes of the waiting room reconfiguration. There has been a change in the layout of the chairs and discussion groups with users were held. Conclusion This process is expected to highlight the potential of the waiting room and encourage the use of this space for the development of actions in other workers´ health services.
  • Strains and possibilities in rehabilitation with regard to disability studies Artigo de Reflexão

    Vaz, Daniela Virgínia; Antunes, Ana Amélia Moraes; Furtado, Sheyla Rossana Cavalcanti

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Este artigo é um ensaio sobre a literatura do campo disability studies. São analisadas críticas feitas por este campo às ideologias e práticas da reabilitação por sua contribuição para a opressão sistemática de pessoas com deficiência. As críticas evidenciam conflitos entre as necessidades das profissões de reabilitação e das pessoas com deficiência, a disparidade de poder entre profissionais e clientes na decisão clínica, o viés capacitista na assistência e a invisibilização da deficiência na formação profissional. Para que o ímpeto de superação destas ideologias e práticas, estimulado pela ampla adoção da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde, não fique restrito ao nível discursivo, são analisadas possibilidades concretas de mudança para a prática profissional e educação na fisioterapia e terapia ocupacional em particular. A primeira é garantir o acesso de pessoas com deficiência à formação universitária. A pesquisa acadêmica sobre mas sobretudo por pessoas com deficiência é necessária. Intervenções educativas para mudanças atitudinais de docentes e discentes também podem ser positivas, assim como o treinamento em prática centrada na pessoa e com foco na participação. A crítica dos estudos da deficiência às práticas da reabilitação demanda a ampliação da ação para o combate à opressão. A reabilitação precisa alcançar uma prática de promoção e defesa dos direitos humanos e da justiça social junto às pessoas com deficiência.

    Abstract in English:

    Abstract: This is an essay about the literature from the field of disability studies. It analyses rehabilitation ideologies and practices that contribute to the systematic oppression of people with disabilities. The criticism coming from disability studies points to conflicts of interest between rehabilitation professionals and people with disabilities, power disparities in clinical decision-making, ableist biases in care processes, and the invisibility of these issues in professional training. Although there is great interest among professionals in moving on from outdated models of functioning and adopting the International Classification of Functioning, Disability and Health, its uncritical use may result in empty discourse with limited practical improvement. To avoid that, some concrete options for change in practice and education of physical and occupational therapy are analyzed. The first step is guaranteeing access of people with disabilities to university education. Academic research not only about but by people with disabilities will bring great advances. Educational interventions to improve attitudes and behaviors of students and professors towards people with disabilities can also produce sensible change. Additionally, client centered practice directed to increasing participation of people with disabilities is needed. Social criticism demands that rehabilitation expand its focus from satisfying needs to combating oppression. Rehabilitation needs constitute a practice for advancing human rights and social justice together with people with disabilities.
  • Occupational therapy and culture: ethical-political dimensions and resistances Artigo de Reflexão/Ensaio

    Silvestrini, Marina Sanches; Silva, Carla Regina; Prado, Ana Carolina da Silva Almeida

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Este texto reflexivo propõe discutir a cultura como termo polissêmico e intrínseco à vida dos seres humanos e para o desenvolvimento de quaisquer sociedades. Reflete sobre a racionalidade neoliberal atrelada ao modo social de produção capitalista que afeta a economia e a política. Mas também, a produção de sentidos, os desejos e as formas de se relacionar com o mundo, impactando diretamente as atividades humanas, os cotidianos e a realidade que nos cerca. Assim, tem-se a intenção de provocar e questionar, a partir de uma perspectiva crítica, como a terapia ocupacional pode se articular na busca por construir possibilidades de cuidado, emancipação, participação e cidadania de sujeitos-coletivos múltiplos. Defende-se que terapeutas ocupacionais que assumem o compromisso ético político de lidar diretamente com as demandas culturais e sociais, sobretudo a partir de uma perspectiva crítica, são capazes de criar coletivamente e potencializar movimentos de resistência contra hegemônicas.

    Abstract in English:

    Abstract This reflective work proposes to debate of culture as a polysemic term and intrinsic to the life of human beings and the development of any societies. It reflects on the neoliberal rationality tied to the social model of capitalist production that affects the economy and politics and also on the production of meanings, desires, and ways of relating to the world, directly impacting human activities, daily life, and the reality that surrounds us. Thus, it intends to provoke and question, from a critical perspective, how occupational therapy can be articulated in the quest to build possibilities of care, emancipation, participation, and citizenship of multiple collective subjects. Occupational therapists who take on the ethical-political commitment to dealing directly with cultural and social demands, especially from a critical perspective, can co-create and strengthen against hegemonic and resistance movements.
Universidade Federal de São Carlos, Departamento de Terapia Ocupacional Rodovia Washington Luis, Km 235, Caixa Postal 676, CEP: , 13565-905, São Carlos, SP - Brasil, Tel.: 55-16-3361-8749 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: cadto@ufscar.br