Trabalho e sofrimento psíquico na estratégia saúde da família: uma perspectiva Dejouriana

Work and psychic suffering in the family health strategy: a Dejouriana's perspective

O presente trabalho propõe uma análise teórica do constructo "sofrimento psíquico" do trabalhador na Estratégia Saúde da Família (ESF). Para isso, optou-se pelo uso da teoria da psicodinâmica do trabalho do autor Christophe Dejours, visando a uma articulação entre a teoria e os aspectos da práxis do modelo de reorientação da atenção primária no Brasil. Nesse aspecto, a análise da saúde mental dos trabalhadores inseridos na linha de frente da atenção à saúde mostra-se de suma importância, uma vez que pode auxiliar na construção de propostas avaliativas que superem perspectivas tradicionais e excludentes, indicando caminhos para a superação de entraves nas políticas públicas, a fim de que seja oferecido aos usuários serviço satisfatório na Atenção Básica. Ainda, foi possível por meio dessa articulação teórica permitir uma ampliação acerca das possibilidades de falar sobre o trabalho, ser escutado, exercitar a mobilização subjetiva e buscar a transformação das condições patogênicas, esperando causar um reflexo direto na organização do trabalho.

saúde da família; saúde mental; saúde do trabalhador


Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro Avenida Horácio Macedo, S/N, CEP: 21941-598, Tel.: (55 21) 3938 9494 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@iesc.ufrj.br