Aposentadorias por invalidez e Doenças Crônicas entre os servidores da Prefeitura Municipal de Uberlândia, Minas Gerais, 1990-2009

Retirement for disability and chronic diseases among workers at the Municipality of Uberlândia, Minas Gerais, 1990-2009

Ana Cecília de Queiroz Santos Jean Ezequiel Limongi Maria Luiza Mendonça Pereira Jorge Miguel Tanús Jorge Boscolli Barbosa Pereira Paulo Tannús Jorge Sobre os autores

OBJETIVO:

Descrever as causas de aposentadoria por incapacidade permanente entre servidores municipais de Uberlândia, Minas Gerais, e associar com fatores sociodemográficos.

MÉTODOS:

Foi realizado um levantamento epidemiológico no período de janeiro de 1990 a dezembro de 2009, utilizando dados secundários sobre os servidores da Prefeitura Municipal de Uberlândia.

RESULTADOS:

Foram avaliadas 403 aposentadorias. Em 46% delas os indivíduos tinham idade inferior a 50 anos. A maioria (96%) se aposentou devido à doença. Os transtornos mentais e comportamentais (22,6%) e as doenças do sistema osteomuscular (23,6%) foram os mais frequentes quando o motivo da aposentadoria foi determinado por causa única ou por causa múltipla, respectivamente. Os indivíduos do gênero masculino se aposentaram mais velhos e com maior contribuição de tempo de serviço. Mesmo assim, o tempo perdido de produtividade foi maior neste gênero.

CONCLUSÃO:

o estudo revelou o impacto negativo das doenças crônicas em uma população em idade produtiva, com alta percentagem de aposentadorias precoces. Políticas públicas no âmbito ocupacional com o objetivo de promoção, prevenção e reabilitação dos trabalhadores constituem em ações imperativas para a reversão deste quadro.

aposentadoria; saúde do trabalhador; doença crônica; seguro por invalidez


Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro Avenida Horácio Macedo, S/N, CEP: 21941-598, Tel.: (55 21) 3938 9494 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@iesc.ufrj.br